Viagem

Quer mochilar pelo mundo? Dicas para organizar a sua viagem

18/01/2011

O André Cella, que escreve o ótimo De Mochilão, preparou uma série de posts especialmente para as leitoras do Sweetest. Este é o segundo! 🙂

“Se você se empolgou e decidiu fazer um mochilão sozinha ou com amigos, saiba que existem algumas ferramentas bastante acessíveis para ajudar na organização da viagem, além de algumas dicas que podem facilitar bastante as coisas.

1º – Defina a duração de sua viagem: Como a maioria de nós não veio ao mundo a passeio (é preciso estudar ou trabalhar), é importante estabelecer mais ou menos quantos dias, semanas ou meses teremos para viajar. Isso vai servir para definir se a viagem poderá ser feita para regiões mais distantes (Ásia, Austrália, etc.), que só valem a pena se a pessoa tiver pelo menos umas três semanas para poder descansar da longa viagem e se adaptar ao fuso horário e à cultura local, ou, em caso de ter menos tempo (só uma semana, por exemplo), se o mochilão terá de se resumir a uns dias em Buenos Aires e Montevideo.

2º – Defina que tipo de viagem você procura: Se você está viajando sozinha, por exemplo, talvez seja melhor escolher um mochilão mais urbano, dando preferência para grandes metrópoles, onde é mais fácil conhecer gente que está na mesma situação e de se divertir –além de ser mais seguro do que se enfiar sozinha num parque nacional gigante. Se você gosta de agito e está com um grupo de amigos, incluir uma praia badalada no roteiro e cidades com tradição de noite boa pode ser a melhor opção. Se o seu negócio é a prática de esportes e de atividades com adrenalina, destinos como Chile, Nova Zelândia e América do Norte devem ser levados em consideração. O importante é pesquisar sobre o lugar em guias como os da Lonely Planet http://www.lonelyplanet.com , Let’s Go http://www.letsgo.com ou no brasileiro “O Viajante” http://oviajante.uol.com.br/index.php. Comunidades especializadas do Orkut, como “Mochileiros na América do Sul”, “Europa de mochila”, “Mochilando na Europa”, entre outras, também são bastante úteis. A boa e velha Wikipedia também é de grande serventia.

3º – Escolha uma época boa para fazer a viagem: Nas mesmas fontes indicadas antes, procure se informar sobre como é o lugar em cada época do ano e quando é melhor visitar. Isso evita furadas como ir ao Chile querendo esquiar durante o mês de janeiro, ficar frustrado com o vento incessante da Grécia de dezembro a fevereiro ou ainda passar um calor de mais de 40° no sul da Espanha, sem ar condicionado, em julho. Um mesmo lugar pode significar uma viagem completamente diferente em cada estação, nas regiões mais distantes dos trópicos.

4º – Pesquise você mesmo as passagens aéreas: Há inúmeros sites de pesquisa de passagens aéreas que permitem comparação de tarifas entre diferentes companhias que fazem um mesmo roteiro. O Decolar http://www.decolar.com e o Rumbo http://www.rumbo.com.br são os melhores no Brasil. No exterior, o Expedia http://www.expedia.com, o eDreams http://www.edreams.pt e o melhor de todos (embora mais complicado para iniciantes) ITA Matrix http://matrix1.itasoftware.com/cvg/dispatch são as melhores pedidas. Você não precisa comprar a passagem online, pode fazer isso numa agência de viagens que o preço geralmente será o mesmo. O importante é saber por conta própria quais são as suas melhores opções. Leve em consideração não só o preço, mas a confiabilidade da companhia, o tempo das conexões, a possibilidade de acumular milhas nos programas de fidelidade e o conforto a bordo.

5º – Escolha acomodação e faça reservas: Períodos de alta temporada (em qualquer lugar do mundo) geralmente exigem reservas prévias de acomodação. Na baixa temporada, depende do lugar. Isso evita perder tempo da sua viagem procurando lugar para dormir a cada cidade que você chegar e ainda possibilita escolher dentre os lugares mais bem avaliados. Sites como o Hostelworld http://www.hostelworld.com e da Hostelling International http://www.hihostels.com são uma mão na roda, pois possibilitam a reserva online com pagamento de uma taxa de apenas 10% do valor da hospedagem, permitem ver fotos do albergue ou hotel, têm críticas de pessoas que já passaram por lá e mostram a localização em mapas, com indicações de como chegar. Não é necessário ser sócio alberguista, embora alguns lugares dêem desconto para quem tem carteirinha.

6º – Deixe tudo mais para resolver lá mesmo: Além das passagens aéreas e das reservas de acomodação, o ideal é deixar todo o resto para resolver no próprio mochilão. Passagens de trem não precisam ser compradas com mais do que algumas horas de antecedência e passeios curtos ou entradas de atrações também não demandam muita antecedência na compra. Fazer essas coisas no próprio destino flexibiliza sua viagem, permite pesquisa de preço e qualidade e ainda deixa as coisas irem se ajeitando por elas mesmas.

Se ficou interessado e quer saber mais, dê uma passada pelo meu blog. Lá eu dou desde dicas de fotografia até informações sobre documentos necessários para uma viagem, com vários relatos de minhas aventuras mundo a fora, especialmente Europa e América do Sul.”

http://demochilao.blogspot.com

O próximo post da série vai falar sobre as trilhas clássicas que todo viajante deve fazer um dia.

**Deixem dúvidas, sugestões e dicas sobre o assunto nos comments!!

4 amaram.

Você também poderá gostar

17 Comentários

  • Responder Sheilla Lovato 18/01/2011 at 9:23 am

    Essas dicas têm sido preciosas para mim!!! Vou viajar em março para os EUA, fazer o circuito Las Vegas – California (desde Los Angeles até San Francisco) e depois vou para o Oregon, em um grupo de 3 pessoas! Apesar de não ser exatamente um mochilão pq reservamos hotéis e alugamos carro, alguns trechos internos vamos fazer de avião, e vamos bater bastante perna tbém, logo dicas são sempre bem-vindas!!!

    Vendo as fotos do blog já começo até a planejar a próxima viagem =)

    Kisses

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 8:29 am

      Uma amiga fez essa viagem ano passado e tá me devendo um post sobre…vou cobrar, pra ver se ela manda e tu aproveita alguma dica!
      Beijoss,

  • Responder Jacqueline 18/01/2011 at 1:45 pm

    Quero muito ver o post sobre as trilhas, principalmente se forem em SP e RJ!

  • Responder Carolina Amaral 18/01/2011 at 9:49 pm

    Adorei o post. Faz falta pensar nessas coisas , e apesar de tudo, raramente pensamos em todas elas.

  • Responder Luciana Torres 19/01/2011 at 3:48 pm

    Sugiro uma boa passagem pelo leste europeu. Meu marido é sérvio (culpa da internet!! hehehe) e tem muito lugar legal pra conhecer por lá…. ai que saudade!!! Como a Sérvia ainda não faz parte da UE os preços são muito parecidos com os do Brasil, e parece que assinaram um acordo ano passado em que não seria mais necessário visto, mas confirmem com a Embaixada em Brasília (sabe como demora pra virar rotina isso).
    O Bruno de Lucca tb adorou, vide última temporada do Vai pra Onde?
    O povo é muito hospitaleiro e simplesmente ADORAM os brasileiros!!!
    Fica a dica.

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 8:29 am

      Lu,
      Tu trouxe um sérvio pra morar no Brasil? Que que ele achou?
      Bjo,

      • Responder Luciana Torres 20/01/2011 at 12:40 pm

        Ele gosta muito daqui, óbvio que adoraria morar mais próximo do mar, mas por enquanto vai se conformando com o interiorrrrr. Já tá tão malandro que parece até um carioca!! heheheh (eu sou carioca).
        Ele diz que os brasileiros são muito parecidos com o povo sérvio, são batalhadores, gostam de curtir a vida, aproveitar o dia com os amigos e etc.
        Reclama muito do trânsito de SM, mas fazer o quê? acostumado a dirigir em amplas avenidas, circular pelas ladeiras e ruas estreitas de SM não deve ser fácil!
        bjo

        • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 12:45 pm

          só um pouquinho, tu trouxe um sérvio pra morar em SANTA MARIA?????

          • Luciana Torres 20/01/2011 at 6:51 pm

            eu não trouxe ele não… ele veio sozinho!!! kkkkkk
            não sabia nada de português, mas depois de um ano já tava desenrolando legal, hoje quase 5 anos depois já faz vários trocadilhos e piadas…
            se no próximo encontrinho puder levar as “malas” te apresento ele!!!
            bjos

          • Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 6:58 pm

            guria, q babado!!!

  • Responder Camila K. 19/01/2011 at 6:34 pm

    Paula,

    Eu acho que no site do Submarino Viagens os preços das passagens são mais baratos..

    Pelo menos nos dias que pretendo viajar o valor final fica mais baixo!

    E dá pra parcelar em até 10x.. #rainhadaparcela

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 8:28 am

      Interessante Camila!!
      Eu nunca cotei no submarino, vou fazer isso pra ver!
      bjo,

  • Responder Camila K. 19/01/2011 at 6:39 pm

    O forum http://www.mochileiros.com tem dicas preciosíssimas!

    Pessoal que realmente já deu muuuuuita banda por ae, com dicas de como economizar, onde comer e dormir bem, evitar roubadas e 91891819 roteiros..

    Beijos!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 8:28 am

      Vou lá bizoiar!

  • Responder Daiana Travassos Alves 20/01/2011 at 1:45 am

    Oi Paula,
    vou mochilar com uma amiga por Argentina, Chile e Peru em fevereiro e as dicas do André estão sendo super preciosas, o blog dele é incrível, amei! Aguardando ansiosa as dicas sobre as trilhas. Tu sempre facilitando nossas vidas, obrigada! E parabéns André!
    BJOKS

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 20/01/2011 at 8:27 am

      Daiana,
      Que incrível. Depois vou querer as dicas, pois to pensando em fazer esse roteiro com o meu irmão.
      Já entraste em contato com o André? O blog dele é maravilhoso!
      Bjão,

      • Responder Daiana Travassos Alves 20/01/2011 at 1:04 pm

        Oi Paula,
        pode deixar que vou anotar tudo e postar depois. Deixei coment no blog do André. Adorei mesmo o blog dele, altas dicas importantes.
        Bjoks

    Deixe seu comentário

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.