Post das leitoras Profissões

Profissão: arqueóloga

04/04/2011

A Daiana Travassos tem uma profissão muito legal e fora do comum. Vocês viram o último post, né? Minha intenção é fazer uma série de posts aqui no Sweetest mostrando profissões ‘exóticas’ e histórias de leitoras que mudam de profissão no estilo ‘da água para o vinho’. Assim todo mundo se inspira (eu incluída) a dar uma guinada na vida profissional – caso esteja com vontade disso, obviamente! 🙂

“Oi Paula,
Tenho 24 anos, sou do interior do Pará, mudei para Belém há 8 anos e escolhi, depois de muitas ponderações e escolhas incertas, a arqueologia como profissão – detalhe que ainda nem é reconhecida como profissão no Brasil, mas com 19 anos eu não sabia disso, sabia que tinha que fazer graduação em história, foi o que me disseram e o que fiz. No segundo semestre da graduação eu estava completamente insatisfeita, verdade que nunca me senti muito à vontade na faculdade de história. Um amigo me deu a dica de um arqueólogo de uma instituição aqui de Belém, ao procurá-lo dei com a cara na porta, mas entrei em contato com uma arqueóloga que me aceitou como estagiária, passei o restante do curso estagiando tanto na área de arqueologia como em história (me encantei com a pesquisa histórica também).

Quatro dias após a minha formatura já estava trabalhando com contrato no laboratório de arqueologia da universidade onde fiquei por 10 meses, troquei a “estabilidade” do contrato para fazer pós em arqueologia, estou cursando o segundo semestre e muito feliz!

A arqueologia me permitiu conhecer lugares que eu nem imaginava, a Amazônia é meu campo principal de pesquisa atualmente, mas uma das melhores coisas da arqueologia é que ela é flexível, permite que se trabalhe em qualquer lugar do mundo, conheci profissionais de vários países, viajei para outros estados a trabalho, e tenho planos de fazer trabalhos de campo em outros países, para mim que amo viajar é a profissão perfeita!

O outro lado da moeda é justamente o da instabilidade, embora existam os raros concursos públicos na área a regra é trabalhar por contrato sempre, mas ao menos a gente aprende a controlar melhor a vida financeira para não ficar sem grana e a articular os contatos profissionais para ter sempre trabalho.

 Tem também que administrar a saudade de casa, da família, do namorado… ano passado antes de começar o mestrado fiz 5 campos seguidos, passava apenas 5 dias em casa entre um campo e outro, o namorado faz dengo, mas entende.

E não é todo mundo que no intervalo do almoço vai para uma cachoeira, ou que uma borboleta vem sentar no ombro durante o trabalho…claro que tem que gostar de natureza, ter disposição para andar no meio do mato, abrir mão do glamour – porque não rola ir vestido de arqueólogo tradicional na Amazônia, nem de Lara Croft rsrsrs

É um pouco da minha trajetória na profissão que escolhi, tive um pouco de sorte e muito de trabalho, felizmente as pessoas com quem trabalhei me reconhecem como uma profissional competente e dedicada, o que para mim não é difícil, pois amo mesmo o que faço. Para as pessoas que pensam em seguir essa profissão, minha dica é: corra atrás e trabalhe muito, e feche os ouvidos quando te chamarem de louco por gostar disso, eu escutei muito isso, mas não ouvi. Vale muito à pena.

E Paula, arqueologia também é uma possibilidade para pessoas formadas em Ciências Sociais, embora eu reconheça que não tem muito a ver com você, ficadica para as suas leitoras estudantes ou formadas em Ciências Sociais.”

*Daiana, muito obrigada pela colaboração!! Quem quiser participar da tag ‘profissões’, me envie email para sweetestpersonblog@gmail.com .

3 amaram.

Você também poderá gostar

20 Comentários

  • Responder Daiana Travassos Alves 04/04/2011 at 12:31 pm

    Ahhhhh, morri! Paula, eu que agradeço por mostrar minha profissão, que é muito interessante mesmo, no Sweetest. Foi um prazer colaborar com você!
    Espero que suas leitoras se inspirem.
    BJOKS.

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/04/2011 at 1:42 pm

      Nós é que agradecemos o teu post!!
      E invejamos teus intervalos com banho de cachoeira!
      Beijos,

  • Responder Fernanda Cardoso 04/04/2011 at 12:41 pm

    Eu NUNCA imaginei que tu fosse formada em ciências sociais, Paula!!
    Nossa..naaaada a ver com a imagem que tenho de ti!

    Acho que esse mundo do jornalismo de moda tem tudo a ver contigo, não acha?

    Beijão e boa sorte com as tuas futuras mudanças =)

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/04/2011 at 1:43 pm

      Sério?
      Mas que imagem é essa que eu passo? rsrsrsrs

      Beijos e obrigada pelo incentivo!

  • Responder Giovanna Diniz 04/04/2011 at 2:58 pm

    Essa Daiana é muito sortuda, profissão dos sonhos (pelo menos dos meus, rs!)! Ela tem algum email de contato? Esse prestarei História esse ano e gostaria de fazer umas perguntas, se ela deixar, é claro!
    Beijo,
    Gi
    PS: Continue com esses post ótimas sobre coisas variadas (tipo os de mochilão!), muito bom o seu blog!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/04/2011 at 3:07 pm

      Vou dizer pra Daiana te contatar!
      😉
      Beijos

      • Responder Giovanna Diniz 04/04/2011 at 3:13 pm

        Obrigada Paula, você realmente é the sweetest person!

  • Responder Camila 04/04/2011 at 3:27 pm

    Olá,

    Adorei o post, gostaria de saber um pouco mais sobre essa profissão…que sempre foi um sonho… Fiz Relações Internacionais…mas quem sabe uma pós em Arqueologia?
    A Daiana teria um contato?

    Obrigada,
    Camila

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/04/2011 at 3:41 pm

      to passando teu email pra ela!
      bjos,

  • Responder candida 04/04/2011 at 4:13 pm

    Daiane, parabéns…vc tem determinação! adoereiiii a cachoeira,bom para recarregar energias,bjo Boa sorte!

  • Responder Greize 04/04/2011 at 6:32 pm

    Legal uma pessoa realizada na profissão é tdo.Amo História.
    Paula também achei que vc era da área de jornalismo, Publicidade ou Marketing.Mas Ciências Sociais é super legal, amava essa matéria na facu.O estudo dos aspectos sociais do homem, tem a ver com vc e muito.
    P.S:Gente imaginem o visual da Paula na selva??Salto alto de oncinha?..hihihi

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/04/2011 at 9:35 pm

      HAHAHAHAHA imagina!!! E com uma onça de estimação!!!

  • Responder maju brossi 04/04/2011 at 8:09 pm

    Muito legal o post, mas gostaria de esclarecer uma coisa. Hoje já não é mais preciso fazer história, ou outra faculdade para ser arqueóloga. Sou pesquisadora da área de solos e trabalho em conjunto com um grupo de arqueólogos que também são professores de um curso de Arqueologia. É o Curso Superior de Tecnologia em Arqueologia da Universidade do Estado do Amazonas. Espero ter ajudado quem pretende seguir esta área!

    Bjs

  • Responder Samille 05/04/2011 at 11:04 pm

    Muito bacana o post. Sou estudante de História (ultimo semestre) e realmente a arqueologia é um campo muito bacana. Fiz algumas viagens (qdo cursei a disciplina Arqueologia) para conhecer o trabalho dos arqueólogos de perto e é realmente apaixonante. Idéia interessante de “ouvir” as leitoras e a conhecer um pouco mais sobre suas profissões. Parabéns, Paula!

    Bjos

  • Responder Camila Azzi 05/04/2011 at 11:32 pm

    Daiana,
    Aqui em Porto Velho – RO, na universidade federal abriu o curso de arqueologia. Se eu não me engano se não for o primeiro é um dos primeiros cursos.

    Abçs,
    Camila Azzi

  • Responder Taciane Ebrahim 07/04/2011 at 1:31 pm

    Humm adoorei ver esse post sobre arqueologia. É minha profissão dos sonhos. Me formei em História na Universidade católica de Pernambuco há 2 anos. Morei 5 meses em Manaus, mas lá achei o campo muito escasso e fechado. Voltei para Recife e estou tentando fazer trabalho voluntário da UFPE e pensando em fazer graduação em arqueologia, pois aqui já existe o curso há 2 anos. É a única forma q estou encontrando para entrar na luta, pois para fazer mestrado, aqui tem q ter 300 horas de campo já na area. Mas é isso ai, correr e lutar para realizar os sonhos.

    Paula, muito legal a iniciativa de mostrar essas profissões “exoticas” maravilhoso.
    Beijos

  • Responder Daiana Travassos Alves 07/04/2011 at 8:20 pm

    Paula você me permitir a réplica? #toda acadêmica rsrsrs.
    Obrigada pelos esclarecimentos meninas. Eu contei minha trajetória e talvez tenha dado a entender que essa é a regra, não é.
    Sim, existem cursos de graduação em arqueologia no país, assim como possibilidades de profissionais vindos de diversas outras áreas de formação que não a história, conheço pessoas que trabalham com arqueologia vindas de arquitetura, geologia, geografia, museologia, letras, enfim é uma questão de direcionamento da carreira, claro que a gente sente o peso da formação, mas acho que cada área de formação permite uma perspectiva interessante.
    Eu até brinquei que foi o que me disseram aos 19 quando escolhi a arqueologia como profissão, porque normalmente é a associação que as pessoas fazem, mas pelo menos no meu caso o curso de história não me ofereceu bases arqueológicas, construí isso com Iniciação Científica e por conta própria, como o foi com a pesquisa histórica também.
    Bem, acho que é isso, uma questão de direcionamento e adaptação.
    Abs,

  • Responder Nataly Christy Martin 14/01/2012 at 1:55 pm

    ooi, nossa adorei muito faz tempinho ja que estou pensando em ser arqueóloga, mas infelizmente na minha cidade por ser pequena nao tem nada de “diferente” nas faculdades sabe.. mas eu morro de vontade hoje mesmo estava passando uma reportagem e percebi que é mesmo o que eu quero fazer! Por enquanto faltam 3 anos para eu entrar na faculdade, entao gostaria de saber tipo qual faculdade tenho que cursar para ser arqueóloga mesmo ? Vou deixar meu e-mail para se nos comunicarmos .. é natalysbo@hotmail.com obrigada desde jaa haha (:

  • Responder ALINE 01/07/2012 at 2:02 am

    Quando eu tinha uns 16 anos queria ser arqueóloga,justamente pelo fato de ser uma profissão em que surpreende muito. também gostaria de fazer descobertas ,e ir para outros paises,é uma profissão que faz a gente dar valor a nosso ecossistema.., começamos a reparar mais no nosso planeta e na história em si ,onde várias hipóteses dizem que começaram o mundo.ENFIM SÓ QUE EU ENCONTREI UM PROBLEMA EU NÃO SEI SE AGUENTARIA ESSA JORNADA DE ESTUDOS SOBRE A ÁREA DE HISTÓRIA,GOSTO DE UMA COISA OU OUTRA,MAS FAZER FACU DISSO ,E FAZER GRADUAÇÃO E ATÉ POSSIVELMENTE PÓS..,POXA SÃO MUITAS ETAPAS … E HISTÓRIA NÃO É MEU FORD,E TB EU SOU MUITO dinâmica gosto de fazer várias coisas ao mesmo tempo,gosto de aprender várias coisas de assuntos diferentes não cosigo me concentrar em uma coisa só. ENTÃO EU ACHO K NÃO TERIA UMA DISCIPLINA CORRETA EM RELAÇÃO A ARQUIOLÓGIA,NÃO IRIA CONSEGUIR ME DEDICAR SOMENTE A ELA..,AINDA MAIS ELA NÃO SENDO CONSIDERADA AINDA COMO PROFISSÃO…!!!

  • Responder andré alencar 01/06/2013 at 3:00 pm

    Bem legal minha maior vontade é de sair e procurar aventura vou sair do brasil logo..e quando chegar em lisboa vou ver se tem algo que me possibilite viver essas aventuras que tanto sonho ah e só complementando sou mt fã de lara croft 🙂

  • Deixe seu comentário