Viagem

Pensando em fazer um mochilão??

11/01/2011

Seu sonho é viajar pelo mundo mas o budget é limitado? Ou tem medo de se aventurar sozinha(o) por aí? Está na hora de repensar alguns conceitos da Idade da Pedra e conhecer aqueles lugares nos quais sempre se imaginou – afinal, sonhos se tornam realidade para quem vai atrás do que quer. Com todas as facilidades que temos hoje em termos de informação e comunicação, é muita burrice não se esquematizar para conhecer novos países e culturas. Não acham?

Convidei o meu conterrâneo André Cella, que escreve o blog De Mochilão, para escrever alguns posts sobre o assunto. O André é expert, já que faz mochilão desde os 21 anos e já conhece 22 países da Europa, além de países do Mercosul, Chile, Bolívia, Peru, Estados Unidos e Turquia. Nos planos para as próximas viagens, estão México, Rússia, Nova Zelândia e Tailândia.

Confiram!!

“Foi-se o tempo em que mochileiro era coisa de outro mundo. A idéia de um adolescente (geralmente gringo) maltrapilho, sem tomar banho há vários dias, com uma mochila gigante e pesada nas costas, que só dorme em albergues sem nenhum conforto, hoje está sendo substituída pela saudável visão de alguém que simplesmente viaja de forma independente, fazendo o que bem entende, conhecendo gente nova no caminho e, inclusive, por lugares da moda.

Quem nunca se arriscou a fazer um mochilão ainda não sabe o que está perdendo. Não é preciso ter medo e nem é necessário fazer um “curso”. Na era da internet na palma da mão, o que não falta é informação sobre passagens aéreas ou de trem, reservas online de acomodação boa e barata, dicas de outros viajantes sobre qualquer canto do mundo (em português) e comunidades virtuais de trocas de experiência e solução de dúvidas. O dólar barato, os cartões de crédito e débito internacionais e os programas de milhagem das companhias aéreas são os incentivos que faltavam para aventuras pelo exterior.

Se você torce o nariz para a ideia de carregar uma mochila com todas as suas coisas nas costas, isso também não serve mais como desculpa. Especialmente entre as mochileiras meninas, é cada vez mais comum a conclusão de que uma mala pequena de rodinhas pode ser mais confortável. O importante é uma bagagem que seja fácil de ser levada no transporte público, pela sua própria dona, sem grandes sofrimentos. O que importa, na verdade, é o estilo de viajar envolvido no “mochilão”.

Um viajante, ou mochileiro, tem, na maioria das vezes, algumas características comuns:

– ele define o seu próprio roteiro e o tempo em cada lugar, o que pode ir mudando ao sabor das experiências da viagem (não deixa isso para um agente de viagens ou simplesmente compra um pacote pronto);

– ele se vira sozinho com relação a deslocamentos (dando preferência pelos transportes públicos, como metrô e ônibus) e acomodação (buscando lugares onde outros viajantes ficam, como albergues e hotéis baratos da Hostelling International ou bem colocados no site Hostelworld, nem que fique num quarto privativo e confortável nesses lugares);

– tenta fazer render o seu dinheiro, evitando intermediários na busca de passeios e “armadilhas pega-turista”, por meio de dicas inteligentes de guias como o Lonely Planet ou de outros mochileiros;

viaja apenas com o necessário, já que é ele próprio que vai ter que carregar as suas coisas no seu roteiro, nem que para isso seja preciso ir lavando as roupas no caminho, repetir o mesmo casado várias vezes – sem se deixar levar pela tentação de comprar um monte de bugigangas como souvenir;

– não tem preconceitos ou receios de conhecer culturas, comidas e idiomas diferentes e de se integrar com pessoas que também estão buscando uma experiência legal de viagem; e

– quando volta da viagem (já planejando a próxima), compartilha suas vivências com outros que pretendem fazer o mesmo.

Viu? Não é tão difícil assim… Certamente será algo que fará você jogar a autoestima lá em cima e ter recordações para toda a vida, seja nos álbuns de fotografia ou na memória.

No próximo post, vou dar umas ótimas dicas para quem está começando a pensar nisso tudo.”

Enquanto isso, deliciem-se no blog do André:

http://demochilao.blogspot.com

Ah, e se alguém já tiver feito mochilão, compartilhe com a gente nos comments suas impressões e experiências. E, quem pretende fazer, pode deixar dúvidas também! 😉

5 amaram.

Você também poderá gostar

54 Comentários

  • Responder Bel Salemme 11/01/2011 at 9:37 am

    Muito boa a iniciativa, Paula! Eu posso dizer que tinha um certo preconceito em relação à idéia de mochilar, ter que colocar meu “mundo” em uma mochila por um certo período de tempo, ficar em hostels…mas quando vim morar aqui na França isso mudou, pude ver que pelo menos aqui as facilidades pra quem quer viajar dessa maneira mais livre são muito grandes…não visitei muitas cidades ainda, e certamente pretendo voltar mais vezes sempre com a mochila nas costas, porque mesmo que não tenha todo o glamour que viajar com luxo e mordomias tem, é a maneira que nós jovens (leia-se não muito bem pagos, ou não pagos at all) temos de conhecer um pouquinho mais o mundo sem ter que implorar por uma pequena fortuna aos pais =P
    Três diquinhas pra quem quer mochilar pela europa: a primeira e já bem conhecida são os passes Eurail, aqueles que custam de 200 a 300 euros mas dão direito a vários trajetos de trem dentro de um determinado período de tempo – pra quem tá na correria e quer fazer 10 cidades em 30 dias, costuma valer muito a pena. Esses podem ser comprados através de agências de turismo no Brasil mesmo, e as reservas dos trechos podem ser facilmente feitas online (eu aqui da França sempre acesso pelo site http://www.sncf.fr).
    A segunda é pesquisar ainda do Brasil as companhias aéreas low cost daqui, entre elas a Easy Jet, a Ryan Air, a Wizz Air e a Vueling…pra quem tem flexibilidade no planejamento e nas datas, existem passagens MUITO em conta por coisa de 10 euros em algumas dessas companhias, vale a pena pesquisar e, quem sabe, se planejar em função das passagens baratas.
    Finalmente, a terceira, em relação aos hostels…como o André já disse, a hostel world é uma ótima fonte de informações, mas outra que eu recomendo muito é a Europe’s Famous Hostels, que é como uma “cadeia” de hostels situados nas principais cidades da europa que são bem em conta e tem qualidade asseguradíssima. Eu só conheço um, o Kabul, em Barcelona, e recomendo de olhos fechados.
    Desculpa pelo comentário quilométrico, mas quando o assunto empolga, a gente se joga! hehe
    beeijos!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 10:34 am

      Ótimas dicas!!

      Ainda não fiz mochilão propriamente dito mas to planejando um pra 2011 (Europa). Aliás tu fica em Paris até quando??
      By the way, já fiz viagens sozinha (1 mês em Londres, 1 semana em Buenos Aires) e não sei pq as pessoas reclamam de não ter companhia. Companhia a gente encontra – e é tãaao bom não ter ninguém enchendo o saco ou reclamando da programação, né? Rsrsrsrs!

      bjosss

      • Responder Bel Salemme 11/01/2011 at 12:24 pm

        Eu tou morando em Lyon no momento, mas quero visitar Paris mais uma vez ainda antes de ir embora, dia 10 de fevereiro…ainda não conheci a Disney de lá, e como sou disney freak total, tenho que ir! hehe
        Ah, com certeza, viajar sozinha é mais questão dos trajetos em si, porque chegando nos locais, principalmente em hostels, sempre se consegue companhia!
        Outra dica boa que eu esqueci são os free walking tours, grande parte das cidades grandes têm também…é daqueles que o guia recebe apenas as gorjetas, mas mostra muito da cidade! Fiz agora no fim do ano em Berlim e valeu muito a pena!

        • Responder Patrícia Maia 11/01/2011 at 2:35 pm

          Começando pelo final do seu post, o “Free Walking Tour” de Berlim é o melhor que eu já fiz disparado, sendo que é difícil encontrar em algum outro lugar do mundo esta denominação de free.
          Mesmo não sendo free, o walking tour é bem aconselhável (se não for muito caro) pois sempre são bons guias que te mostram bastante da história do local e ainda te mostram como chegar nos principais pontos turísticos da cidade.
          Sobre a EuroDisney, é bonitinha, mas bem pequena (fui há muito tempo: 2006, pode ser que tenha mudado). Não vá imaginando aquela imensidão que é a Disney dos EUA se não vc vai se decepcionar, mas é legal conhecer.
          Em outro comentário coloco mais informações sobre mochilar.
          Bjs

  • Responder Glamforall 11/01/2011 at 9:43 am

    Ótimas dicas… Eu só não consegui tirar da cabeça ainda as imagens que voce retwitou da Tanzânia.. Quero ir pra lá urgente rsrsrs

    beijos

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 10:32 am

      É um amigo meu aqui de SM q tá morando na Africa…ja convidei ele pra fazer um post sobre Zanzibar.
      As fotos são incríveis!!!!
      Bjos,

  • Responder Débora 11/01/2011 at 9:47 am

    Bom dia Paulinha…

    Ontem não consegui deixar nenhum coments, queria dar os parabéns pelo encontrinho devia estar muito bom.
    Amei as dicas de Mochilão, muitas das vezes nós criamos barreiras que não existe e essas dicas podem ser usadas aqui no exterior como aqui no Brasil também.
    Vou ficar aguardando novas dicas.

    Beijos e tenha um ótimo dia.

  • Responder Lia 11/01/2011 at 10:27 am

    Oi Paula,

    Sei que muita gente tem receio de viajar sozinha, mas eu posso falar por experiência própria: viajar só é ótimo. Vc faz os seus horários e roteiros, além do mais vc está mais aberta pra conhecer outras pessoas e pode crer, vc não será a única que está sozinha no seu hostel. Qdo viajo sozinha, meu maior companheiro é o mp3 player. Coloco ele no ouvido e saio por aí. Pra quem tá muito apertado de dindin uma outra dica é o couchsurfing que é bem popular aqui na Europa. Eu nunca testei, mas vários amigos fazem isso e só falam bem.

    bjs

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 10:32 am

      Lia,

      O que é couchsurfing?

      • Responder Lia 11/01/2011 at 3:36 pm

        Por exemplo: Eu tenho um sofá em casa, ou um quartinho e quero oferecer a viajantes. Aí vc se cadastra num site chamado couchsurfing, coloca lá todos os seus dados. E se tu quiser vir pra minha cidade, tu vai no site e procura pessoas dessa cidade, lê o perfil e vê se bate com teu santo e tu escreve pra ela por esse site , perguntando se ela tem o sofá livre naquelas datas. Et voilá! Só pelo prazer em conhecer pessoas novas, culturas diferentes e às vezes quem te oferece um sofá, se torna teu guia na cidade e isso muitas vezes vira amizade. Aqui na Europa é muito popular isso, como tb viajar de carona (pelo menos na Alemanha).
        Dá uma olhada no site:
        http://www.couchsurfing.org/testimonials.html?default_language=pt-br&skip=60

        • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 3:50 pm

          te confesso que sinto um medinho mas achei a idéia fantástica!!!

  • Responder viviana garcia 11/01/2011 at 11:27 am

    http://www.couchsurfing.com

    CS = SER DESCOLADO = TROCA DE CULTURA = FUN FUN FUN!!!!

    Eh uma cominidade de pessoas que oferecem ajuda e/ou acomodacao pelo simples prazer de ajudar e compartilhar sua cultura…Ja fiz MUITO e recomendo 🙂

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:41 am

      Hey vivi,
      Conta pra gente um pouco mais sobre isso??

  • Responder Scheyla 11/01/2011 at 11:29 am

    Amei esse post!! Já vim várias vezes aqui mas nunca tinha comentado..
    Estou planejando um mochilão (o primeiro!!) pela América do Sul, e dicas são sempre bem vindas.. vou dar uma conferida no blog do André tbem..
    bjus

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:41 am

      O blog do André tem muuuuitas dicas pra esse roteiro, acessa lá!
      Bjão,

  • Responder Mariana Tomazelli 11/01/2011 at 11:56 am

    Oi Paula,

    Feliz Ano Novo para você , sua familia e os leitores daqui.

    Bom eu gosto tanto daqui que me quando eu entendo do assunto faço questão de comentar.

    Bom eu fui morar em Londres e ia ficar 6 meses, as pessoas aqui diziam que apesar de eu morar sozinha em São Paulo eu não ia durar 3, bom durei 12.

    Amei a experiência, sou louca por lá , fiz muitos amigos e foi uma fase perfeita.

    Viajei viagens pequenas , 3 a 5 dias com amigos foi ótimo, mas fiz o Famoso Mochilão sozinha.

    Fui de mala de rodinha, tenho 1,57 , não ia me acostumar com o mochilão por tanto tempo.Foram 26 dias de Mochilão .

    Tive amigos comigo por 6 dias, um deles morava na Alemanha fiquei na casa dele 3 dias, minha amiga de Barcelona apenas a vi 1 dia e em Portugal encontrei outra amiga, mas fiz grande parte sozinha. As vezes enche o saco , você não tem como sair nas fotos sempre, mas fiz tudo do meu jeito e foi muito bom e tenho projetos de fazer novamente em 2011 ou 2012.
    Roteiro: Budapeste, Praga, Berlim, Hamburgo,Munique,Roma,Barcelona, Lisboa.
    Eu fui para Paris, Amsterdam , Dublin em Viagens pequenas.

    Dicas: http://www.Skyscanner.com
    http://www.eurorail.com, mas se você está na europa a mais de 6 meses http://www.interrail.net
    http://www.hostelworld.com
    http://www.formula1.com
    http://www.statravel.co.uk (eu comprei os passes de trem lá)
    eu não usei o Lonely Planet , mas quem usou gosta.Eu usei o Guia Criativo para o Viajante Independente na Europa -Zizo Asnis, nossa me ajudou horrores.
    E todo hostel tem o mapa da cidade o que ajuda muito.

    Bom espero que ajude !!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:41 am

      Amei as dicas e o pessoal também.
      Vou usar todas quando viajar esse ano!
      Beijos Mari!

  • Responder Cátia Susane 11/01/2011 at 12:07 pm

    Oi Paula!!! Meninaaaa, amo post sobre mochilão, até pq vivo numa cidade onde o que mais se vê são turistas vindo de todos os lugares do mundo com uma big mochila nas costas e dicionário nas mãos.
    Já estava fazendo uma lista dos Hostels que tem em Foz do Iguaçu para ajudar a muitos que talvez queiram vir para cá sem gastar demais. E eu já estou planejando um para ano que vem se possível para Machu Picchu com uma amiga. Espero que dê tudo certo! Mas pretendo conhecer outros países dessa forma. Com uma mochila nas costas, tênis, dicionário nas mãos, maquina fotográfica e a alegria de conhecer várias culturas. Parabéns pela iniciativa. Beijos

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:40 am

      Quando publicar a lista, compartilha aqui com a gente!
      Bjos, Cat.

    • Responder Pamela 16/10/2012 at 9:22 am

      Olá Cátia Susane, vi que você vai viajar este ano para Machu Picchu, tenho intenção de ir tb!!!

  • Responder Bruna Lima 11/01/2011 at 12:19 pm

    Muito massa o post Paulinha!
    Eu morei 6 meses em Madrid e durante esse tempo deu pra viajar bastante pela Europa, e fui até no Marrocos!
    A facilidade e a proximidade entre os países por lá são muito vantajosos pra quem quer se jogar no mundo.. E como vale a pena mochilar! haha

    E é bem como o André falou, não é pq você é estudante-mochileiro-com-verba-curta que tem que andar mulambento mundo afora.. Eu levava mala pequena de rodinhas (até porque você tem que estar atento ao limite de peso das bagagens nas companhias low-coast) e uma mochilinha só pra tacar as coisas dentro enquanto passeava.
    Das companhias aéreas, por lá as que mais usavamos eram a Ryanair e a Easy Jet, e aqui-> http://www.edreams.es/ você também encontra várias passagens. Chegamos a fazer viagem por tipo, 15 euros! =D
    No hostelworld.com você encontra onde ficar, com indicação da galera e tals.. Tirando os lugares que ficamos por indicação de amigos, acho que todos os outros foram pelo hostel world.
    E quanto ao roteiro, você quem faz! E essa é a parte mais bacana! Fugir do roteiro sou-turista e ir pra lugares diferentes..

    E acho que é isso! Pooxa, escrevi demais!
    Mas é tanta coisa massa que você vive, tanta história incrível que trás na bagagem, que dá vontade de contar pra todo mundo e gritar ‘se jooga você também, vai ser incríiivel! x)’ haha!

    Bjoo!
    ;*

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:40 am

      Qualquer outra dica que tiveres de Madrid, deixa aqui Bruna!
      😉
      Bjosss

  • Responder Mário Araujo 11/01/2011 at 2:09 pm

    Oi, que bacana!!! Viajo bastante como mochieleiro e também algumas outras vezes de formas mais tradicionais. Lá no meu blog tem alguns roteirinhos bacanas (tem um de Paris show) e, a partir da próxima semana, a última viagem que fiz: Roma, Marrocos, Espanha, Paris e Amsterdã. Vejam lá: http://www.spotravel.blogspot.com. Qualquer dúvida ou pergunta, só escrever!!!! Bjs, Mário

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:39 am

      Mário,
      Fico com inveja branca das tuas viagens!!
      Beijos,

  • Responder Daniela Santos 11/01/2011 at 2:09 pm

    Amei o post e acho uma info super bacana. Me inspirei na sua viagem pra Buenos e tô indo em fevereiro com a minha vovó (cute!) aproveitando que ela está me visitando. As dicas das leitoras também são ótimas! Amo viajar e descobrir lugares. Fui pro Canadá sozinha, passei 4 meses estudando. Aluguei carro, fui pra Montreal, Niaga Falls, visitei universidades pra fazer contato, assisti o show do Michael Bublé (megasuperfã), dirty dancing, a bela e a fera e ganhei muuuitas histórias que só me adicionaram na vida, ajudando a crescer e se virar sozinha. Foi fantástico!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 3:51 pm

      em 2009 levei minha mãe pra passar o níver de 50 anos dela em Buenos e foi mto bom…aproveita a viagem com a vó!
      bjosss

  • Responder Patrícia Maia 11/01/2011 at 3:03 pm

    Paulinha,

    Ótimo post. Vou tentar passar algumas dicas que uso para viagens para Europa, por exemplo, em que sempre tem uma grande desvantagem cambial, então tentamos viajar gastando um pouco menos em transporte e hospedagens.
    Para companhias de baixo custo, utilizo muito o Skyscanner que já foi citado pela Mariana Tomazelli, mas somente para verificar a companhia mais barata (pois já vi algumas pessoas terem problemas com compras por ele) e comparo com o site http://www.flylowcostairlines.org/companhias-aereas-de-baixo-custo/ para ver se falta alguma companhia de baixo custo aí sim compro a passagem.
    O Skyscanner é bom pois nos mostra também as companhias tradicionais e já aconteceu de um voo pela TAP ser mais barato do que pelas companhias de baixo custo.

    Outra dica sobre malas / mochilas é que vc tem que levar sempre uma mala que vc consiga subir escadas sozinha com ela. Na Europa e nos EUA tem muitas estações de metro que não possuem escadas rolantes, então vc tem que ter a capacidade de se movimentar sozinha e levar apenas o estritamente necessário;

    Utilizo para hospedagem, além dos sites já citados, o http://www.voudemochila.com.br e, caso viage com mais pessoas, sempre olho as opções de apartamentos do http://www.booking.com. Este ano na Europa fomos com meus sogros e em vários lugares alugamos apartamentos por alguns dias que saiu mais barato até que hostels.

    Outra preocupação importante é com a segurança, estando sozinho ou não, mesmo em países considerados desenvolvidos. Conheço muitos casos de roubos até em hotéis 4/5 estrelas da Europa, então, principalmente em hostels, tenha sempre cuidado e leve consigo seus pertences valiosos (dinheiro, cartões e passaportes).

    Para quem gosta de festivais e shows, um site legal para pesquisa é o http://festivalsearcher.com/

    Para quem é ultraorganizado (tipo eu), um site interessante é o:
    http://www.worldmapfinder.com/Pt/
    Onde se consegue os mapas das cidades e dos transportes antes mesmo de se viajar. Isto pode ajudar principalmente se você for chegar muito tarde em alguma cidade, quando a parte de informações turísticas do aeroporto ou rodoviária ou ferroviária nem sempre está aberta.

    Fora isso, sempre procurar bastante pela internet e ter pelo menos as informações básicas dos lugares para onde vc vai ou pretende ir (telefone da embaixada e necessidade de vistos).

    Desculpe o post imenso, mas se quiser mais dicas, é só pedir.

    Bjs

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 3:35 pm

      arrasou nas dicas!!

  • Responder JeRomanciuc 11/01/2011 at 3:35 pm

    Altas dicas aqui nos coments hein!
    To indo pra Paris em Outubro,sozinha!
    Uma coisa que sinto falta é que a galera nao costuma dizer a epoca que foi e o clima;nas fotos pode estar sol e 0°C né!

    To pegando muitas dicas com a Dri do http://drieverywhere.net/

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 3:51 pm

      Paris em outubro?? Wow.
      Vai poder usar todos os looks de frio lindos que tiver no armário!!
      beijosss

    • Responder Flavia Mariano 12/01/2011 at 5:11 pm

      Paris em outubro tem um clima ótimo! Acabei de chegar de lá e quase morri de calor agora em janeiro. Tudo bem que eu estava vindo de um frio de -13, rs, mas estava super tranquilo. Eu adoro viajar em outubro, menos turistas, clima bom.

      Eu estava sozinha em Paris, na verdade viajei por 12 países entre dezembro e janeiro, só uma dica de Paris é onde ficar. Dessa vez errei ficando na Gare du Nord. Um dia gastei quase 40 minutos no metrô.

      Beijos

  • Responder Lia 11/01/2011 at 3:51 pm

    Escrevi tua resposta sobre couchsurfing, mas são sei se foi. Mas tenho outras dicas de sites como:

    skyscanner.net ( fazer pesquisa de preços de passagens)
    booking.com (hoteis/hosteis. bom tb pra ver as opiniões do povo)
    expedia.com (hoteis, passagens, carros)
    opodo.com (idem)
    edreams.com (idem)
    priceline.com (vc dá o preço e vê se o hotel aceita. Muito bom!)
    hostelbookers.com e http://www.hostels.com (albergues)
    eventim.com (pra shows e festivais)
    bahn.com (passagens de trem)
    rideshare.co.uk (viajar barato, de carona e seguro! Tem em vários países da Europa)

    Site antigão, mas tem dicas legais de barbadas e roubadas: http://www.oviajante.com.br

    E pra quem precisar de dicas de principalmente de Berlim, tem várias no meu blog.

    bjs

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 3:54 pm

      lia,
      me indica um hotel ou hostel bom, barato e bem localizado em Berlin?
      beijoooss

      • Responder Lia 11/01/2011 at 8:07 pm

        Vou te mandar um e-mail com algumas dicas. bj

        • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:37 am

          Amei as dicas, vou compartilhar aqui depois!

          • Patrícia Maia 12/01/2011 at 3:11 pm

            Paula,
            Quando fui a Berlim fiquei no Three Little Pigs (http://www.three-little-pigs.com/). Gostei do hostel. Era perto de uma estação do metro, tinha um super-mercado ao lado e um restaurante bom bem pertinho também.
            É claro que vc tem que considerar que era um hostel, mas ficamos em quarto duplo com banheiro.
            O único inconveniente era a escada (não tinha elevador), mas já falei que para ir como mochileiro, tem que levar uma mala que se consiga carregar numa escada.
            Bjs

  • Responder Dani ferrê 11/01/2011 at 4:33 pm

    To indo pra NY em fevereiro sozinha to buscando dicas de lá…mas como to vendo aqui nem preciso mais procurar tanto….

    Arrasaram nas dicassssssssss

    Amei

    Obrigada
    @daniferre

    Bjos

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:39 am

      Tem várias de dicas de NY aqui no blog, num post que a Thereza Chammas escreveu.
      Coloca NY na caixinha de pesquisa que puxa!
      Bjos,

  • Responder Luciana Frederico 11/01/2011 at 4:43 pm

    Aaai, Paula! Adorei o post!!!
    Quando li os seus posts sobre sua última viagem à Argentina, já achei o máximo tudo o que vc fez, além da sua organização da viagem. O mais fantástico nisso tudo é se livrar do tal “pacote de agência”, que parece tão mais do mesmo. O comichão fica mesmo por conta de se descobrir um país, um local, uma cultura… whatever, por conta própria. Deve dar um gostinho mais que especial. Nunca fiz uma viagem assim, mas sou LOUCA pra dar o pontapé inicial e não parar mais.
    Muuuito obrigada pela dica maravilhosa!
    Beijos!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:38 am

      O André tem razão, hoje em dia, com internet e todas as facilidades que temos, qual é o motivo racional pra comprar um pacote fechado?? O bacana é PERSONALIZAR a viagem!
      Bjos,

  • Responder ttizi veras 11/01/2011 at 6:08 pm

    paulinha ta loka passamos meus 44 em buenos aires fofis a não ser que tenha outra mamis…kkkkkkkk pirou

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 11/01/2011 at 6:11 pm

      ahahahahahaha

  • Responder Camila Navarro 11/01/2011 at 6:12 pm

    Até que eu não costumo de definir como mochileira, mas como me encaixei em todas as características que o André listou, acho que sou mochileira sim! 😉 Como meu assunto predileto é viagens, vou adorar essa série especial aqui.

  • Responder Daniela Leal 11/01/2011 at 7:17 pm

    Sonho em fazer um mochilão!!!! Adorei as dicas e o blog mochilão!

  • Responder Greize 11/01/2011 at 10:33 pm

    Amei aqui esta com todas as dicas sem precisar ficar correndo aqui e ali!showww;)
    tb tinha receio de hostels(albergue).Até que fiquei em um no RJ, e no avião na ida li por coincidência, numa revista,que era o melhor do Rj, e tinha uma lista dos melhores do Brasil.Gostei mto , lugar mto gostoso,e banheiro limpoo(confesso, isso me deixava tensa, qdo pensava em Albergues.).Agora um casal de amigos estão fazendo um Tour na europa só em hostels.Estão amando, economizando e curtindo de montão.Bjão

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:37 am

      Eu nunca fiquei num hostel e agora não vejo a hora.
      Um amigo tbem ficou num no Rio e voltou falando maravilhas!!
      O legal é quando alguem vai e compartilha suas experiências, como o Andre faz lá no De Mochilão, assim a gente perde o ‘medo.
      Bjao Greize!

  • Responder Liana Stéfane Lima 12/01/2011 at 1:41 am

    Eu super quero fazer uma viagem para Buenos Aires, mochileira mesmo por ser mais flexivel e barato, of course!
    Adoro assuntoss de viagem, dei uma olhada no blog De mochilão e é super bacana as dicas dele.
    O DriEverywhere que alguém indicou acima também adoreii!!
    Por isto que adoro blog, todo esse “vamos compartilhar o pão” é muito bacana.
    beijoss

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 12/01/2011 at 9:36 am

      De joga no blog do André que tem muitos posts sobre a Argentina!!
      😉

  • Responder Bárbara Degrandi 13/01/2011 at 11:07 am

    Amei esse post! E pelo jeito muita gente curtiu tb, hehe.
    Eu fiz um mochilão pela Patagônia com 3 amigas no fim de 2007 e começo de 2008. Viajamos por 40 dias, a maior parte de carona. Foi ao estilo mochilão pesado nas costas e tive que “matar” o banho algumas vezes sim, mas foi a aventura da minha vida e não vejo a hora de poder repetir!
    Eu me sentia tão livre, tão dona de mim, tão sem frescura. Decidíamos o próximo destino e o dia de partir conforme nossa vontade. Nessa de pegar carona, conhecemos pessoas muito legais. Em geral caminhoneiros, pais de família, que viajam sozinhos por kilômetros e só querem alguém pra conversar e servir o mate. Claro que nunca nos separamos, íamos apertadas na cabine (ou confortavelmente na caçamba, rsrs), mas sempre juntas pra evitar qualquer situação desagradável. Isso me serviu pra ver que existe muito mais gente boa no mundo do que ruim.
    Depois de dias viajando, ou horas caminhando, chegar num lugar lindo como os que conhecemos é a maior recompensa.
    Economizamos em passagem, pegando carona sempre que possível, em hospedagem, ficando em hostels ou na casa de alguém, em comida, cozinhando sempre que possível… mas fazíamos todos os passeios, afinal fomos pra isso, né?
    Gastei uns R$2.000 no total nesses 40 dias de viagem e passamos por Buenos Aires, Mar del Plata, Bahia Blanca, Puerto Madrin, Puerto Pirámides, Ushuaia (Terra do Fogo), El Calafate, El Chaltén, Trelew, Punta Tombo, Santa Fé e Montevidéu.
    Claro que cada um sabe ao que está disposto para fazer uma viagem, mas pra mim o que alguns consideram falta de conforto é mais uma parte da aventura!

    Parabéns pela idéia do post! Espero que tenha mais desses 🙂
    Bjs

  • Responder Shalina Cechin 13/01/2011 at 1:47 pm

    Oi Paula!
    Ótimo post! Eu já fui 3 vezes pra Europa, porque em todas eu ganhei bolsas de estudo (inclusive pagando passagem aérea e hospedagem!) pelos convênios que a Associação Italiana tem com a região do Friuli, na Itália. Valeu muito a pena, e o melhor depois que o curso terminava era atrasar a volta pra poder passear por lá antes de voltar pra casa. Conheci vários lugares e países sem ter que gastar muito, pois a minha ida pra lá (mais acomodação durante o curso, e também o almoço!) foi toda custeada pela Itália (Mamma mia!) hehehe!
    Deixo a dica aqui pros Santamarienses em geral que são de origem italiana, pra se informarem mais a respeito dos cursos que a Aism oferece, pra aprender a falar italiano e pra participar mais dos eventos da Aism. Ótimas oportunidades de viagem e estudo na Itália podem surgir, já que todo ano são lançados vários projetos conveniados com o país.
    Beijos!!!!!

  • Responder Cris 13/01/2011 at 5:05 pm

    Legal!

    Já viajei de mochilão para europa 3 vezes, uma com duas amigas e uma com meu marido e foi excelente, muito bom mesmo, recomendo demais!!!

    Da primeira levei mochila, mas confesso que doeu um pouco as minhas costas, sou baixinha…
    Nas outras mudei para a mala de rodinha e meu marido de mochila deu super certo!

    Pesquisei tudo na Internet, muitos blogs em português e alguns em inglês.
    Tem um blog de uma brasileira que viaja bastante e eu amo:
    http://drieverywhere.net/

    fica a dica!

    beijos e boa sorte no seu mochilão

  • Responder sandra barbosa 20/03/2011 at 11:25 am

    gostaria de mais dicas sobre o leste europeu. Pretendo conhecer a Republica Tcheca, Hungria e a Romênia, alguém sabe algo sobre a Transylvania? Acho que deve ser demais!!

  • Responder Marisol 04/03/2013 at 10:00 pm

    Confesso que tenho um certo preconceito com diversos pontos de fazer um mochilão.
    Dividir banheiro em algum Hostel para mim, seria a pior parte rs! Mas pesquisando, vi que existem diversos locais que possuem quartos e banheiros (ufa) privativos.
    A questão de assaltos em trens me assusta, mas já pensei (nesses tempos tão tecnológicos) que os itens de maior valor seriam meu Iphone (usado já como máquina rs) e minha carteira (com passaporte e documentos). Com isso fica mais fácil se previnir.
    Agora como TIPICA mulher de cidade rs, fazer a mala com pouca roupa me deixa apreensiva rs! Mas, vou ter que me desapegar, ouuu ser muito criativa com looks rs!

    Agora, a verdade é. Você poderia me passar dicas de um mochilão de 30 dias. Tipo, quantos países consigo fazer (aproveitando legal).
    Pensei em Croácia, Austria, Rep. Tcheca, Alemanha, Suíça, Holanda, Itália, França, Londres, Irlanda e Belgica.
    Desses, iríamos em apenas algumas cidades. Serão muitos locais para poucos dias?
    Você pode me passar algumas dicas?

    Obrigada

  • Deixe seu comentário