Dicas de viagem Restaurantes Viagem

Orixás Art Hotel: paraíso em Flecheiras, CE

20/07/2014

O que seria da vida sem as viagens? Nunca tinha pisado no Ceará, terra da minha bisavó Raymundinha e do meu avô Francisco das Chagas (eles eram de Camocim) e a primeira vez a gente nunca esquece. A idéia de ir para Flecheiras não foi minha, mas sim do Lu, que descobriu navegando o incrível Orixás Art Hotel e fez a reserva, meses atrás. Tinha visto as fotos, mas apenas quando chegamos a ficha caiu. Pensem num lugar exótico, encantador, relaxante e lindíssimo. Adicionem uma praia praticamente deserta, atendimento de primeira, suítes enormes e ótima gastronomia. Legítimo paraíso, o Orixás é o local mais do que perfeito para casais em lua-de-mel ou que querem apenas relaxar e fugir do mundo. Chegando em Fortaleza, o transfer custa R$290 e demora umas 2:30 para chegar até Flecheiras, na Barra do Trairi.


foto 4 (4) foto 1 (5)

 

Antes de irmos, mandei uma mensagem pelo Facebook para o Erich Steffen, uruguaio que comanda o Orixás, pedindo uma ajuda para escolher a nossa suíte – aliás, cada suíte recebe o nome de um orixá! São cinco categorias: luxo, luxo superior, executiva, master e master plus. São tantas opções e fotos que ficamos meio tontos. Trocamos algumas mensagens (na época eu estava escrevendo um post com dicas sobre o Uruguai) e um belo dia o Erich me disse que ganharíamos um upgrade. Quando chegamos, fomos parar na suíte Guaracy, uma das duas suítes master do hotel. Se pudesse explicar como ela era eu diria supertopmegamasterpowerturboplus. Ficamos, literalmente, de queixo caído. E olha que chegamos à noite e ainda não tínhamos muita noção da vista espetacular que nos esperava pela manhã.

 

image image (2)foto 1 (6)

 

A piscina acima ficava no nosso quarto, de frente para o mar.  O hotel é praticamente uma galeria de arte a céu aberto, com exposição constante de obras de artistas pertencentes ao Atelier Orixás em Embu -SP-, no Brasil e em Sintra, Portugal. O nosso dia era duríssimo: acordar (impossível resistir de acordar para ver o nascer do sol), tomar café à beira-mar, voltar para o quarto, curtir piscina privativa, área enorme privativa com vista para o mar e a praia, rede, cama king size, a piscina gigante e convidativa do hotel… É bem comum que os hóspedes digam, em vez de ‘bom dia’, um ‘vida dura, hein’ como cumprimento.

Uma dica boa é trazer vinhos e uísque (compramos em Fortaleza), que podem ser consumidos apenas no quarto. Cidadezinhas muito pequenas não costumam ter opções interessantes nesse sentido, ou, quando têm, são muito caros. Inventamos um drink ótimo: Johnnie Walker Black, gelo e água de coco. Ô, delícia!!! O hotel cobra R$10 pelo baldinho de gelo.

 

 

foto 2 (7) foto 3 (6) foto 5 (3) foto 4 (5)

 

O restaurante Orixás fica na beira da praia, e nele é servido o café da manhã. Fica aberto o dia inteiro e a cozinha fecha as 22:00. Almoçamos e jantamos por lá várias vezes, e comemos de lagosta a carne de sol, de massas a salada de camarão. O prato mais caro custa R$120 e serve duas pessoas (e ainda sobra comida). O Orixás tem um spa muito bonito, com vários serviços disponíveis. O Lu lamentou muito o fato de a sauna não estar funcionando durante nossa estadia.

 

foto 4 (7) foto 2 (8) foto 1 (8)

 

Além de descansar e namorar muito, o que tem para fazer em Flecheiras? Nós alugamos quadriciclo dois dias e fomos de uma ponta até a outra da praia. Não avançamos pois em cada ponta há um rio, que deve ser atravessado de balsa. Fomos até o topo da duna mais alta, paramos no meio do nada para admirar o céu e os milhares de coqueiros, encontramos um restaurantezinho super rústico num local deserto onde comemos um peixe delicioso (a cerveja era Skol, rá). Nunca vou esquecer o papo que tivemos com o dono daquele restaurante. Ele disse que nasceu e viveu ali e que amava a vida simples, amava não precisar se preocupar com bobagem, que quando levamos uma vida complicada demais precisamos estar atentos a tudo o tempo todo e isso desgasta demais. Voltei desejando ter uma casinha lá e viver do mesmo jeito.

 

foto 3 (7) foto 5 (4) foto 1 (7)image (1)

 

Flecheiras é conhecida pelas belíssimas piscinas naturais que se formam na maré baixa – indo para lá não deixe de baixar um app que informe sobre as marés para programar os seus passeios. O mar recua tanto que você jura que está naquele filme, A Lagoa Azul. Os locais ficam pescando e procurando polvos para mostrar para as crianças. É tão divertido!!! Eu sou medrosa e não consigo me atirar e aproveitar, porque fico imaginando caranguejos gigantes na minha direção. Mas os corajosos vão amar, com certeza. Outras atividades legais: passeios de buggy, passeio de Catamarã sobre o rio Mundaú, ida à praia da Lagoinha, aulas de kite surf e aluguel de quadriciclo (R$70 por hora).

 

foto 5 (5) foto 5 (6)

 

Pedimos comida no quarto várias vezes, pois queríamos apreciar a nossa vista maravilhosa. Não choveu – apenas em um dos cinco dias tivemos umas rajadas de chuva. O vento é forte mas muito mais agradável que o vento das praias gaúchas. A água do mar é morninha e a temperatura, muito agradável. Me senti num paraíso particular, queria me amarrar num coqueiro e dizer “não volto, daqui ninguém me tira!!”. Dá uma dor no coração quando chega a hora de fazer as malas e voltar para casa. Queríamos agradecer em especial à funcionária da recepção Maria (nunca vimos um sorriso tão constante e verdadeiro), ao Erich pelo upgrade inesquecível e ao gaúcho (esqueci o nome) que também nos atendeu todos os dias divinamente.

A única dica é: não vá sozinho. O lugar remete, de todas as maneiras possíveis, a romance. Ir sozinho pode causar uma depressão danada…

Orixás Art Hotel

Praia de Flecheiras – Trairi
Fortaleza – Ceara
(55 85) 3351 3104
reservas@orixashotel.com.br

26 amaram.

Você também poderá gostar

1 Comentário

  • Responder Débora Motta 22/07/2014 at 1:23 pm

    Uau!!! Fiquei desejando ardentemente ir para esse paraíso!
    O que é essa piscina particular??!! Luxo puro!
    Já vou começar a incomodar o Lu daqui para irmos!! Kkkkkk

  • Deixe seu comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.