Dicas de viagem Restaurantes

O melhor restaurante de Porto Alegre: Xavier 260

05/05/2014

Comer é uma das melhores coisas da vida e quanto a isso não há discussão. Vida de food hunter não é fácil: as exigências e o controle de qualidade vão aumentando a cada nova experiência gastronômica. Nada mais deprimente do que ir a um restaurante que parecia promissor e sair de lá decepcionado. Ainda bem que nada disso nos aconteceu na ida ao Xavier260, muito pelo contrário. Meu digníssimo pedia para irmos lá em todas as vindas dele a Porto Alegre, mas eu sempre dava um jeito de mudar os planos. Até que neste final de semana rolou uma chantagem emocional pesada e acabei cedendo. Confesso que fui pensando que acharia o lugar metido ou pomposo. Mordi a língua. Assim que sentamos na nossa mesa já deu pra perceber que o ambiente era low profile. O espaço é pequeno, com pouquíssimos lugares, o que dá um ar ainda mais exclusivo à experiência toda. O site diz o seguinte:

‘A culinária do Xavier260 tem como base as raízes da cozinha catalã. É a partir dela que tudo acontece: sabores, cores, cheiro. A técnica da culinária molecular e a descoberta dos ingredientes brasileiros completam o cardápio do único restaurante catalão do Brasil. Comandado pelo chef Xavier Gamez, o Xavier260 funciona exclusivamente  com menu confiança, nos jantares de terça a sábado, somente com reservas.’

Não lembro o nome do moço que nos atendeu, muito simpático. Contou que o chef decidiu que todos os vinhos da casa têm um acréscimo de R$30 sobre o preço que o restaurante paga por eles; desse modo, o vinho mais caro fica ‘acessível’ e o mais barato apenas um pouco mais caro. Gostei da sistemática. Cada prato é explicado para os comensais no momento em que é servido e as porções são de bom tamanho – você não fica nem cheio, nem com fome.

Sobre o chef: ‘Natural da Costa Brava, lugar onde o sabor está no mar, na terra e nas montanhas, Xavier Gamez viveu rodeado de gostos e aromas desde a infância. Apaixonado pela cozinha catalã, o jovem também tinha outra paixão: a química. Foi a carreira de Engenheiro Químico que trouxe Xavier para o Brasil, onde ele acabou conhecendo os ingredientes da nossa terra e ampliando suas experiências na culinária. Mas foi a vida que acabou criando o momento perfeito para o químico se transformar no chef. Nascia assim, o Xavier260, o único restaurante catalão em solo brasileiro. Um lugar onde os sentidos são aguçados pelos sabores que surgem da combinação da cozinha catalã de raiz, com técnica da culinária molecular e a introdução de ingredientes brasileiros.’

A única coisa que não gostamos foi que sentamos lado a lado e a mesa estava posta para que um sentasse à frente do outro. Sempre sentamos assim por causa do meu implante coclear (no ouvido direito, mais fácil e mais gostoso de conversar sentando ao lado) e o garçom pediu que não levássemos a mal e sentássemos frente a frente. Para não termos que explicar toda a história, fizemos como ele pediu. A acústica é boa e a música, agradável. Ao contrário de muitos outros locais, não saímos tontos ou irritados com o barulho. Dá para conversar muito bem, obrigada.

 xav3 xav4 xavier1 xav6 xav2 xavier2

 

Entrant “Esqueixada de bacallà”

Salada tradicional a base de bacalhau desfiado, tomate, cebola roxa (temperada com limão siciliano), azeite de oliva e patê de olivas pretas.

Primer Plat “Nero al forn”

Filé de garoupa fresca assado no forno, com vinho branco, e servido com vegetais.

Segon Plat “Arròs negre amb calamars”

Prato tradicional de mini-arroz com lulas frescas, apresentadas em duas texturas, e na sua tinta.

Postre “Maduixa, iogurt i mel”

Sorbet de morango com lichia e hortelã, espuma de iogurte de ovelha, infusão de morango e caviar de mel.

Cafè i Petits Fours

Café Nespresso ou chá, madalena de amêndoa com pele de laranja; e folha de chocolate com erva-mate.

 

Foi com esse menu acima que nos esbaldamos e saímos de lá prometendo retornar a cada ida a Porto Alegre. Segundo o garçom, o mini arroz é produzido em São Paulo em parceria com o Alex Atala. O serviço tem ótimo timing, pois no segundo prato você já começa a pensar se vai conseguir chegar até a sobremesa, mas a comida é servida com intervalos perfeitos para que a fome volte rapidinho. Quando a sobremesa chegou, foi tipo “como vivemos até hoje sem ter provado isso antes?” – cada garfada foi um golpe de sabor inesquecível. O menu custa R$150 por pessoa (com água mineral). Não é do tipo que dá pra ir sempre, claro, mas é perfeito para comemorar datas especiais em grande estilo, e para a nossa sorte o menu muda uma vez a cada 15 dias.

Xavier260

Rua Auxiliadora, 260 – Porto Alegre – RS –
F: 51 3273 0551

12 amaram.

Você também poderá gostar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.