Viagem

Dicas para planejar uma viagem para a Europa

27/06/2011

Eu sou da turma do carpe diem que viaja pra comer, rezar e amar. Ou, como diria minha mãe, eu viajo pra comer, beber e amar. Rsrsrsrs!! Mesmo sendo zen no quesito viagem, achei boa idéia escrever um postzinho com algumas dicas para aquelas que estão pensando em arrumar as malas e ir dar uma voltinha no Velho Mundo.

Escolhendo o roteiro: descubra as cidades que você quer visitar. Não vá a nenhuma apenas por ir. E nem tente fazer aquelas doideras de 20 cidades em 30 dias se for marinheira de primeira viagem! Para descansar e ver as coisas com calma, é preciso uns 4 dias em cada uma. Quem não aguenta cidades infestadas de turistas em todo e qualquer canto deve dar uma pesquisada nas cidades mais interioranas, cheias de surpresas e paisagens ainda mais maravilhosas que as cidades-chave.

Hotéis: depende da cidade! Em Paris acho super aconselhável alugar um studio se você for passar uma semana, assim é possível aproveitar os produtos das feiras e supermercados e cozinhar em casa tomando um bom vinho – sem falar que você não leva susto com a decadência de uma boa porcentagem da rede hoteleira. Na Itália, os hotéis são minúsculos e os banheiros, idem. É preciso abrir a mala em cima da cama, porque no chão não tem lugar. Tenha em mente que aquilo que é considerado 3 estrelas na Europa, no Brasil equivale a uma estrela e olhe lá. Busque indicações de hotéis com pessoas de absoluta confiança e desconfie dos que não colocam fotos no site. Não se hospede nunca no Hotel Romae (Roma, tem o menor banheiro do mundo) e no Campanille Tour Eiffel (Paris, é caro pelo que oferece e o staff é rude pra caramba). Foram os piores em que fiquei nesta viagem.

Bagagem: faça um enorme favor a si mesmo e viaje com o mínimo de peso possível. Invariavelmente você irá fazer compras, e a menos que queira aparecer com várias roupas diferentes nas fotos, não será preciso trazer muitas peças. Traga no máximo 20kg, e não esqueça de viajar com uma mochila ou mala de mão que contenha uma muda de roupa, desodorante, escova de dente e itens de primeira necessidade – nunca se sabe quando a companhia aérea vai perder as suas malas. O ápice da esperteza é viajar com uma mochila. Difícil, mas não impossível. Não esqueça que na Europa ninguém ajuda com malas, elas são problema seu. Nos hotéis, ninguém jamais se ofereceu pra carregar uma malinha, mas no metrô, sempre aparecia um boy magia educado e carregava pra mim! 🙂

Deslocamentos: dê um jeito de fazer um roteiro em que possa ir pulando de cidade em cidade, de preferência de trem. Caso queira economizar tempo e voar em low cost, não esqueça que esse tipo de vôo NÃO é indicado para quem despacha bagagem, e mesmo a bagagem de mão é uma complicação (tem peso máximo, medidas, 1kg ou 1cm a mais causam multas altas). É possível comprar um Eurail Global Pass para os trens, o que sai muito mais em conta do que comprar as passagens separadamente. Eu comprei esse passe, só que vários trechos que pretendia fazer de trem precisei comprar vôo em cima da hora porque não tinha mais assento livre nos trens. Portanto, se for comprar passe, reserve todos os assentos ANTES de viajar. É bem caro, mas é o jeito.

Dinheiro: eu trago dinheiro pra táxi e eventualidades, o resto, pago com cartão de crédito, o que garante milhas para viagens futuras. Caso realmente precise, saco em caixa eletrônico.

Programas turistão: a maioria permite comprar ingressos online – e fazer isso lhe poupará boas horas de fila! Selecione os programas turistão que você realmente quer encarar e não se iluda: muitos são chatos, entediantes e estressantes, de tanto turista aloprado junto. Em cidades com muitos museus, escolha a dedo a quais ir. E tenha em mente os preços dos ingressos, porque fica caro ir em vários deles.

Metrô ou ônibus: depende da cidade e do tempo que você tem! Em algumas, optei pelo ônibus turístico City Sightseeing para otimizar o pouco tempo disponível. Achei muito prático, você sobe e desce do ônibus quando bem entender num período de 24 a 48 horas, e guardando um cuponzinho que eles dão, ganha desconto no mesmo ônibus em outras cidades. A única desvantagem é que eles funcionam no máximo até as 20hs, então não conte com essa carona pra voltar pro hotel caso queira jantar fora ou ir pra balada. Já o metrô geralmente fecha à meia noite.

Comida: restaurantes que têm um garçom na porta desesperados tentando enfiar as pessoas pra dentro e empurrando menus, não prestam. Quanto mais afastado dos pontos turísticos, melhor e mais barato será o lugar. Não se deixe impressionar por dicas megalomaníacas de restaurantes estrelados, porque são caríssimos. Supermercados na Europa possuem uma infinidade de sanduíches, saladas, sushis, pães e outras coisas que matam a fome por um precinho mínimo. Ah, a maioria dos hotéis cobra 10 euros extras pelo café da manhã. Fuja deles, que são ruins e com produtos nada frescos.

Bebida: você pode conhecer todos os bares badalados dos hotéis entrando para tomar um drink. O único porém são os preços proibitivos. Exemplo? Uma Coca-Cola, que custa 1 euro no mercado, vai custar 10 euros. Um drink, que custa em média 12 euros, vai custar 26. Porém, muitos deles valem o investimento, pois têm a maior concentração de gente interessante e bonita por metro quadrado.

Companhia: viajar sozinho é meio deprê. Cuidado na hora de escolher a companhia, para evitar brigas e dramas que podem estragar as férias. Evite a todo custo pessoas com uma personalidade muito distinta da sua. O ideal é viajar com quem você já conhece e tem intimidade para evitar stress. E coloque os pingos nos i’s antes de viajar. Como assim? Ninguém é obrigado a fazer o que não quer, ou seja, deixe claro que, se um belo dia você acordar com a pá virada, vai cada um para um lado e se encontram no fim do dia! 🙂

Planejamento: vasculhe a internet. O mínimo que você precisa saber é onde quer ir em cada cidade. Pesquise restaurantes, bares, cafés, lojas, outlets, anote os endereços de tudo e traga, porque a internet dos hotéis funciona quando bem entende. Aprenda como se faz para andrar de metrô (quem nunca andou fica perdidão), aprenda o básico de cada língua (por favor, obrigada, desculpe, bom dia), baixe aplicativos no celular de tradutor instantâneo (eles nos tiram das piores frias), imprima um mapa de como chegar no seu hotel, descubra o que o bairro no qual você irá se hospedar oferece. Indispensável pegar um mapa da cidade e do metrô de graça no lobby do hotel.

Imprevistos: eles acontecem, sim! E é preciso humor e sangue-frio para lidar com eles. Acho muita loucura viajar com o dinheiro contadíssimo ou com o limite do cartão ‘no limite’. Tem que ter alguma reserva caso aconteça alguma emergência.

Dicas gerais: tire foto do passaporte e identidade e guarde no seu email. Guarde nele também informações sobre o seu roteiro, vôos, hotéis, telefones. Ligue pro seu cartão de crédito e descubra se ele oferece o seguro-saúde e seguro-viagem internacional. O Mastercard me forneceu sem custo. Imprima toda a papelada referente a reservas, seguro, passagens e o que mais houver e guarde numa pastinha. Fica mais fácil de se orientar caso você pegue um oficial de imigração pentelho que faz mil perguntas. Compre todos os remédios que você costuma tomar (e acrescente um belo Ibuprofeno 400mg para as primeiras dores nas costas que irá sentir na viagem de tanto caminhar), uma caixa de band-aids e esparadrapo para as bolhas, para não precisar ir pra farmácia. Se possível, compre um iPod Touch, que pega wi-fi (em muitos lugares ela é liberada), toca música, entra na internet a jato,  tira fotos e grava vídeos, baixa aplicativos de mapas de metrô e ruas, tem previsão do tempo, Google Maps, Facetime pra falar com a família e o diabo a quatro. E nunca esqueça de deixar alguém da família a par de todo o seu itinerário, como números dos vôos e endereço/telefone dos hotéis.

Esqueci de algo? Quem mais tem dicas?

38 amaram.

Você também poderá gostar

43 Comentários

  • Responder candida 27/06/2011 at 9:39 pm

    Aproveitar as dicas,para tentar não passar sufocos…são valiosas,valeu! bjo

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 9:31 am

      Quando tu vais Candida? E pra onde?

    • Responder candida 28/06/2011 at 3:14 pm

      Paula,vou a Londres e portugal,se tudo correr bem….no final do ano,como tenho dupla cidadania portuguesa,pode ser,se o dinheiro render,vou de Lisboa ,Paris,Espanha,tudo de bom..para ti! bjo

  • Responder Thales 27/06/2011 at 10:10 pm

    Assino embaixo 100%! =)

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 9:31 am

      =)

  • Responder Mariana 27/06/2011 at 10:58 pm

    legal as dicas! as guardo pra um dia quando eu for viajar pra europa também! xD

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 9:31 am

      Logo você vai!
      😉
      Bjo!!

  • Responder Lêda Villas Bôas 27/06/2011 at 11:16 pm

    Dicas super bem vindas!!!!! Saudades de comentar aqui. Beijoss!!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 9:31 am

      Vc ta sumiiiiidaaaa, por onde anda?
      Beijo!

  • Responder Vicky 28/06/2011 at 6:04 am

    Faca da sua mala uma coisa horrível, ponha uma capa de um tecido cafona, deixe ela bem suja para ficar pouco atrativa para os “ratos” de bagagem que tem nos aeroportos. Quanto mais feia e cafona a sua mala, menos chance de ser roubada. Pense assim, se voce está com más intencoes sobre a bagagem alheia, voce vai revirar a Louis Vuitton ou aquela coisa suja e feia que parece caída de um pau-de-arara?

    Eu acho que já falei isso em outro comentário aqui mesmo, mas eu só viajo de mochila, justamente para nao passar aperto na hora de carregar minha bagagem. Tem vários bonus com a mochila, como: nao ultrapassar limites de peso quando está muito cheia, ladrao nao se interessa por mochila, fica fácil sair andando do aeroporto e subir e descer escadas nos metros, hotéis, etc. Eu ainda tenho uma bolsa enorme que serve de protecao para a mochila, com folga de espaco. Se eu compro mais alguma coisa que nao cabe na mochila, tem espaco suficiente para os excedentes dentro da tal bolsona.

    Além de tudo, reconheco minha mochila de imediato quando chega na esteira e nao corro o risco de ninguém pegá-la por engano.

  • Responder Ma Amorim - Blog Tips and Trends 28/06/2011 at 9:45 am

    Adoreiiii as dicas!!
    beijos
    Ma Amorim – Blog Tips and Trends
    http://blogtipsandtrends.blogspot.com/
    twitter: @_tipsandtrends

  • Responder alda 28/06/2011 at 10:42 am

    vou imprimir tuas dicas, farei minha primeira viagem pro exterior e já estou c/ um
    certo medinho aiaiai rs bjao

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 11:16 am

      Medinho nada!
      Tem que ir bem corajosa!!
      😉
      bjo

  • Responder Juliana 28/06/2011 at 12:09 pm

    Adorei as dicas!
    Você comprou Museum Pass? Como vc disse, fica caro ir a vários museus, o passe vale a pena?
    E sobre a bolsinha com o kit básico de sobrevivência, isso aprendi da primeira vez que viajei de avião: minha mala sumiu! A sorte é que era a volta…
    bjs!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 2:15 pm

      Oi Ju,
      Não comprei não.
      Então não sei te dizer!
      Bjo,

  • Responder Romeu Friedlaender Jr 28/06/2011 at 1:28 pm

    É isso mesmo, Paula, essas suas dicas são essenciais e importantes para quem quer pôr o pé na estrada, basta colocar a mochila nas costas e ler essas dicas.
    Beijos

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/06/2011 at 2:14 pm

      Romeu querido!
      Beijão!

  • Responder Greize 28/06/2011 at 4:40 pm

    Adorei as dicas Paula, vejo também que lá fora tem mta picaretagem, e valorizamos pouco aqui algumas coisas.Vou guardar suas dicas, qdo eu for um dia.Se Deus quiser.Bjus

  • Responder Marcela 30/06/2011 at 9:43 am

    Oi gente!

    Minha primeira dica é antes de reservar qualquer hotel, ler sobre ele no Trip Advisor. São resenhas feitas por pessoas ‘normais’, falando sobre tudo o que e gente quer saber (tamanho do banheiro, limpeza do quarto, distância dos metrôs, simpatia do staff…). Eu uso para abslutamente todas as viagens que faço e sempre que chego no lugar, vejo que as dicas valeram! Vejo sempre também dicas de restaurantes, também já me salvaram de boas roubadas… para isso, tem também o Yelp, o Zagat, outros sites que dão boas dicas! Só fique atenta para algumas resenhas de pessoas ‘cricas’, que dão um rating baixo para o lugar porque o garçom não puxou a cadeira ou porque o preço era alto (para isso que serve a internet né, gente? para checar preços ANTES de fazer a reserva…). Se não encontrar muitos dados sobre que quer saber, faça um post nos forums da cidade do Trip Advisor (só em ingles). Já consegui dicas sensacionais com a opinião de outros viajantes ‘reais’…

    Eu nunca compro hotéis com agências de viagem, a não ser que sejam de pacote, porque caso contrário, sempre são muito mais caros que na internet. Eu uso o booking.com, o travelzoo e o otel.com, além dos sites dos próprios hotéis. Já consegui umas pechinchas ótimas, tipo um hotel design super bacana em NY por 199 dólares pelo Travelzoo enquanto pelo site deles estava mais de 400. Não uso o decolar e o expedia porque eles cobram taxas pelas reservas, algo que eu sempre tento escapar. Antes de reservar, sempre vejo se a reserva é cancelável e o prazo para fazer isso, porque imprevistos sempre podem surgir e não consigo imaginar meu cartão sendo debitado de algo que não pude curtir…

    No Travelzoo, eu sempre olho a edição do país para onde estou indo (eles tem USA, Canadá, França, Alemanha, UK, Asia, etc), mas também dou uma checada na de outros países, pois pode ser que alguma agência daquele lugar esteja fazendo uma promoção… vale a pena! Toda semana tem promoções novas! Na edição UK e USA eles tem a parte de ‘entertainment’, que tem tickets de teatro e pacotes com desconto, também vale conferir!

    Espero ter ajudado!

    beijos

    Marcela

    marcelamiro.wordpress.com.br

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 30/06/2011 at 2:44 pm

      ótimas dicas!!!!

  • Responder Mari 04/07/2011 at 4:52 pm

    Oi Paula,

    apesar de já ter morado um ano na Austrália e ter viajado bastante por lá e pela Ásia, tava precisando de dicas pra europa pois estou indo passar férias agora no fim de julho.

    Adorei todas e vieram na hora certa.
    Depois que voltar de viagem venho aqui complementar com mais dicas.

    Beijoss,
    Mariana

    http://www.pausadasgurias.com.br

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 04/07/2011 at 6:00 pm

      Aproveita muuuito a trip!!
      Beijos!!

  • Responder luciana correa lemos 04/07/2011 at 9:39 pm

    vou viajar pela primeira vez,gostaria de saber a quantidade de roupa devo levar para não ultrapassar os 20kl,pode me ajudar por favor.
    vou ficar 15dias na itália com meu namorado,quero saber como vou levar tanta roupa porque vou passear todos os dias em varios lugares…

    grata luciana.

  • Responder Vicky 04/07/2011 at 10:50 pm

    Luciana, a Itália é muito quente no verao. Qual época do ano voce vai? Leva roupas que coordenem entre si, escolha preto OU marrom como cor base, e certifique-se que tudo o que voce está levando combina com tudo. Em viagens onde eu sei que tenho que tirar muitas fotos eu levo muitos lencos e cada dia amarro de um jeito e alterno os lencos com as diversas roupas. Na Itália o pessoal anda mais arrumado do que em outros lugares da Europa, mas voce vai a turismo, entao leve algum sapato confortável. Quando eu viajo no verao eu sempre levo um sapato extra na bolsa quando saio para bater perna pela manha. Por volta das 3 da tarde eu nao aguento mais o que tenho no pé, assim eu troco e o alívio é enorme.

  • Responder Mariana 05/07/2011 at 12:56 pm

    Oi, Paula!
    Adorei as dicas.
    Vou à Europa agora em agosto e gostaria de sugestões de hotéis.
    Minha maior dificuldade é Londres, pq os hoteis são muito caros e, mesmo assim,
    as resenhas sobre eles no Trip Advisor não são boas.
    Você ficou em qual hotel? E qual bairro você recomenda para se hospedar?
    Gostaria de um area boa de sair a noite. Me recomendaram a região do soho, bloomsbury e convent garden. Será que é muito muvucada?
    Além de Londres, vou a Praga, Viena e Budapeste.
    Obrigada.
    Bjos

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 05/07/2011 at 12:59 pm

      Sim, super muvuca.
      Fiquei no The Montana Hotel em Gloucester Road.
      Gostei bastante.
      Fica a 1 quadra da estação de metro de mesmo nome, na zona 1, perto de tudo.
      bjos

      • Responder Mariana 05/07/2011 at 1:15 pm

        Que resposta rápida! 🙂
        Então, vou pesquisar esse hotel e outros em Mayfair e Belgravia, que, pelo que já pesquisei, devem ser bem mais calmas e charmosas.
        Obrigada.
        Bjos.

        • Responder Paula Sweetest Person Blog 05/07/2011 at 1:48 pm

          Mayfair é caríiisssimoooo!!!
          Só pra avisar!
          🙂

  • Responder Silvia 13/07/2011 at 11:16 pm

    Olá Paula!
    Estive em Londres na mesma época que vc.
    Uma dica: peguei um chip do Iphone na O2 (gratuito) e comprei 10 libras em creditos para falar e dados de internet. Assim usava para email e endereços por lá.
    Bjs

  • Responder Mariana Chaves Duarte 02/08/2011 at 11:23 pm

    Oi Paula, vou pra uma eurotrip em Setembro, 20 dias. Comprei boa parte dos meu tickets de trem no site http://www.tgv-europe.com, inclusive, qdo eles perguntam sua nacionalidade e informamos Brasil, ele tenta redirecionar para o rail europe, nosso site local, mas eu clicava na opção pra continuar na tgv, onde os tickets eram bem mais em conta. Também pesquisei no eurail e no meu caso o pass não compensou.
    Também comprei passagem de trem no http://www.bahn.de e uma passagem de avião pela http://www.edreams.pt/ (comprei da KLM), que também ficava mais barato qdo eu não deixava redirecionar pro site brasileiro…. tenho todos os tickets no meu email, confirmação ou o próprio ticket online… to um pouquinho receosa de dar algum pepino… mas por enquanto tem dado tudo certo, rs.
    Quando eu voltar escrevo contando se valeu a pena. Beijos e obrigada pelas dicas!

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 03/08/2011 at 8:56 am

      Aproveita muuuitooo!
      Em setembro vou pro Chile!
      Depois me conta como foi a trip.
      Beijo,

  • Responder Michelle 04/08/2011 at 12:36 am

    Gostei muito de seu blog, parabéns! Estou indo para Europa em dezembro ficar 40 dias viajando por lá. Também fiz um blog para dar e receber dicas sobre esta viagem. Passe por lá e deixe algumas dicas. O endereço é : http://estouindoparaeuropa.blogspot.com/ Te espero. Bjão Michelle

  • Responder Gabriela 05/08/2011 at 12:36 am

    Estou lendo e adorando as dicas de viagem!
    Assim, envio 2 dicas e 1 dúvida:
    -sugiro a quem for viajar de avião que fotografe a sua mala e armazene a foto no e-mail, como precaução em caso de extravios de bagagem;
    -a fim de evitar surpresas na fatura do cartão de crédito ao final do mês é bom ir se planejando, pois o governo aumentou o IOF para uso internacional do cartão de crédito (estava em torno de 3% e agora passou para mais de 6%!);
    -Paulinha, levaste um adaptador para tomadas européias quando foste a Londres? Já revirei as ferragens de POA atrás de um e não acho!

    Mil beijos!

  • Responder Gabriela 05/08/2011 at 12:46 am

    Puxa, bobeei dizendo que era só uma dúvida… Na verdade tenho mais uma: é OBRIGATÓRIO fazer seguro de vida pra ir à Inglaterra?
    Valeu!!!

    • Responder Vicky 05/08/2011 at 8:46 am

      Gabriela, a voltagem em Londres é de 220V, e a tomada é única para o Reino Unido, sao tres pontos, toda grandalhona (nao é aquela de 3 pontos de computador nao). Deixa pra comprar lá, em qualquer farmácia vende.

      Quanto a seguro de vida obrigatório para viajar, eu nunca ouvi falar disso. A prudencia recomenda seguro-tudo para viagens, mas depende de cada um. Raras vezes eu comprei seguros para viajar. Se voce sofrer algum acidente leve (tipo cair na rua e quebrar um dedo, tiver uma gripe forte, coisas assim) voce é atendida de graca nos hospitais ou postos de saúde. Coisas mais simples, é só ir a farmácia (Boots, Superdrugs, tem em toda esquina), no balcao de medicamentos e pede para falar com o farmaceutico que ele é autorizado a fazer “pequenas consultas” e resolve seu problema na hora (tipo dor-de-cabeca, enjoo, diarréia, alergia pequena, etc).

      • Responder Gabriela 05/08/2011 at 4:00 pm

        Valiosas dicas!
        Muito obrigada!

  • Responder Tchê Inverno 24/02/2012 at 8:29 am

    Oi Paula, que interessante seu ponto de vista e suas dicas, realmente a gente percebe que você entende do assunto. A gente queria colaborar colocando aqui uma dica para quem vai para QUALQUER país da Europa: nunca, jamais, em nenhuma hipótese, deixe de levar malhas térmicas (http://migre.me/82kfc) em sua viagem. Elas podem ser dobradas bem enroladinhas e colocadas na bagagem normal ou na de mão, para qualquer contratempo, como atraso nos voos e conexões, e também para evitar aquele “mini” choque térmico durante o desembarque. E também não abram mão dos acessórios de inverno, depois que finalizar a mala, complemente os espaços vazios com eles: lenços, cachecóis, luvas, gorros, meias, e por aí vai…! Na Europa, ainda mais quando é um marinheiro de primeira viagem, todo cuidado é pouco!

  • Responder Rose 20/07/2012 at 4:15 pm

    Oi Paula adorei as dicas, estou a Italia 11 a 30/08/2012 e me ajudou muito, quando retornar te direi como foi a viagem, obrigadaaaaaaaaaaa

  • Responder Vanessa 23/10/2012 at 5:49 pm

    Ola, Paula 🙂
    Estou morando na Dinamarca e estou planejando fazer um tour por 5 paises da Europa no ano que vem. Entao estava procurando sobre dicas de viagens e encontrei o seu blog!!
    Gostaria de saber algo muito importante… eu sei que eh dificil saber a quantia, mas vc tem uma media do valor em dinheiro que seria bom levar para a viagem??
    Como sou nova e solteira, nao vou me hospedar em lugares caros, e nem estou pensando em comer em restaurantes refinados… mas nao sei o custo das coisas nos outros paises daqui, pq na Dinamarca eh mto caro!!
    Eh so para eu ter uma ideia… sou au pair aqui na Dinamarca, entao nao ganho mto dinheiro.

    Obrigada,
    Vanessa.

  • Responder Fernanda Maura 12/12/2012 at 3:13 pm

    Eu e meu esposo vamos pela primeira vez para a Europa, vamos passar 15 dias. Iremos entrar por Portugal, e pretendemos conhecer Espanha e Paris. Nos 3 países iremos ficar em casa de parentes e amigos. Será que iremos conseguir visitar estes 3 países em tão pouco tempo? Meu maior medo é de ser barrada na alfândega em Lisboa. Alguma dica em especial? Muito obrigada.

  • Responder Arlen Barros 20/12/2012 at 3:22 pm

    Prezada Paula, Boa tarde! Irei fazer uma viajem Paris -> Roma -> Paris (em janeiro) pela easyjet, vou adquirir o direito de levar a bagagem (20 Kg) porém tenho uma dúvida: Sabe se essa taxa paga, é por trecho ou pela viajem completa?

    Desde já agradeço a ajuda.

    Muito obrigado

  • Deixe seu comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.