Viagem

Dicas de Santiago do Chile

27/09/2011

Como o Riq Freire diz, não vá pra Santiago esperando encontrar qualquer coisa de Buenos Aires: uma não tem nada a ver com a outra. E nem é possível  eleger uma favorita. A sensação que tenho é que Buenos Aires é mais festeira (e o povo que lida com turistas é muito mais furiosinho e por vezes, mal educado) enquanto Santiago é mais calma (e o povo que lida com turistas foi treinado num retiro zen do Tibet, certeza!!!). Seguem algumas dicas para quem está de viagem marcada para lá!

Hotel: já dei a dica nesse post, me hospedei no Plaza El Bosque Park&Suites, em Las Condes. Maravilhoso. Poderia passar uma semana inteira me afogando naquela piscina aquecida no décimo sétimo andar com vista pra Cordilheira dos Andes.

Vôo: peguei o vôo da Gol que sai de Porto Alegre às 23:57 e que deveria chegar em Santiago às 03:30. O meu chegou depois das 05:00!! Na volta, vôo da Gol de novo, saindo de lá às 03:40 e chegando em Porto Alegre às 06:40. Faço, sempre, qualquer negócio pra pegar vôos diretos.

Transfer: chegando no aeroporto, pegue um transfer para o hotel ali mesmo, nos guichês das operadoras. Custa 9.000 pesos por pessoa. Imagino que de dia tenham táxis mas, no horário que cheguei, os únicos carros por ali eram os das empresas de transfer. Paga com dinheiro ou cartão de crédito.

Moeda: comprei pesos chilenos numa casa de câmbio do aeroporto de Porto Alegre, mas você pode sacar direto do cartão de crédito lá mesmo, ou levar dólares e trocar num banco chileno. Mas algum $$, para qualquer eventualidade, é bom levar daqui. Eu multiplicava tudo por 4 e tirava os zeros pra saber quanto as coisas custavam. Ah, o ideal é conseguir muitas notas de 1.000 pesos, quanto menor a nota, melhor pra você na hora de pagar táxi e afins.

FreeShop: bem pobrinho, não tem MAC nem na ida nem na volta. Basicão, não espere encontrar coisas diferentes – de Apple, só vi algumas capinhas de iPhone à venda.

Táxi: abra o olho! Levei o golpe clássico da troca de notas, e o truque do corno que me aplicou o golpe foi ser mega simpático e ficar conversando o tempo todo com a gente no carro. Dei uma nota de 10.000 pesos e o bunito deu um piti, trocando as notas e alegando que eu tinha dado 1.000 pesos. Faz parte! Os hotéis oferecem transfers e táxis indicados por eles, mas o preço é 3x mais caro. Os táxis que peguei andando na rua foram os honestos, que me cobraram o que o taxímetro cobrava. A regra é que táxi é relativamente barato em Santiago, o difícil é encontrar taxista honesto. Fuja dos que ficam parados na rua dando sinal pra você entrar – nesses, o taxímetro é adulterado.

Metrô: não usei, mas dizem que é o melhor da América Latina. Mas é a  opção mais inteligente, porque o trânsito em Santiago em determinadas horas do dia é no melhor estilo engarrafamento paulistano na hora do rush.

Ônibus Hop On Hop Off: comprei na Turistik por 18.000 pesos. No dia que fui, tava cansada, fiquei de papo com uma paulista animada e, quando vi, o ônibus tinha feito a volta por toda a cidade e não senti vontade de descer em lugar nenhum. Pode?? Ah, são diferentes dos ônibus hop on hop off da Europa, porque você não ganha fone de ouvido para ouvir sobre os pontos turísticos – e algumas pessoas reclamaram que o que a gravação dizia nem era do ponto turístico no qual o ônibus estava passando, hehehe. Mas é uma opção bem boa pra ter uma idéia geral da cidade e meio que aprender a se localizar.

Passeios: se você quer fazer um passeio tranquilo à Valle Nevado e estações de esqui, não recomendo ir com as empresas de turismo. Vão te pegar no hotel às 8 da manhã e você só vai descer a montanha lá pelas 17hs – tem que ter pulmão e disposição pra aguentar a altitude o dia inteiro! Combinei com um taxista que tinha um carro bem novinho e era muito gente fina ( quem interessar, procure Johnny Garay no meu Facebook) e saiu 10.000 pesos a mais por pessoa do que com empresa de turismo – com a diferença que ele fica à disposição o dia inteiro, te leva pra almoçar, sabe das manhas, sobe a montanha mais devagar pra ninguém vomitar e quando você encher o saco, é só vir embora. Foi uma colega que me deu a dica e deu mega certo pra mim. Confesso que passei um pouco mal na subida da montanha e lá em cima.

Museus: o único que fui foi o delicioso e divertido Museo de la Moda. Tem longo post sobre ele aqui.

Programa de índio: fui e não recomendo o tal do Pueblito los Domenicos. Os guias de viagem falam bem dele, que é um legítimo antigo povoado chileno dentro da cidade. Mas aos meus olhos é só uma reunião de lojas de plantas, de animais (nunca vi tanto passarinho e galinha juntos à venda) e de souvenir para turistas ricos (as coisas são caras, caras, caras). Um amigo me disse que mosquiei porque a igreja que tem lá é lindíssima e vale sim a visita.

Lápis lázuli: dizem que outras jazidas, só no Afeganistão. Massss…as ‘jóias’ e bijoux que vi por lá eram caríssimas e feias, qualquer brinquinho mais de 100 dólares, me recusei. Ah, vá!

Os homens chilenos: minhas expectativas eram baixas, viu? Mas Je-suis! Leve  óculos escuros enormes pra poder admirar a paisagem masculina sem que o seu bofe tenha um surto psicótico. É muito homem lindo, educado, bem vestido e interessante junto. E os gringos que vivem por lá não têm nada a ver com aquele estereótipo de gringo morando na América Latina não: também são educados e comportados. Os bofes chilenos têm um je ne sais quoi que vou te contar…

Moda de rua: você vai levar uns sustinhos, só pra avisar. A quantidade de looks “Sula Miranda meets Xuxa” na rua é de arrepiar os cabelos.

Bares:  The Clinic  (Monjitas 578) – uma casa gigante com vários bares,  é também um jornal sarcástico – ,  Liguria (Av. Providencia 1373), Opera, Ciudadano, Whiskey Blue (no W Hotel, super cool), La Feria, Etniko, Bar Constitución.

Lugares legais de compras: Parque Arauco (shopping gigante com MAC e praça de alimentação a céu aberto), Patio Bellavista, Calle Alonso Córdoba (para quem pode cacifar compras grifadas e caríssimas, é lá que fica Louis Vuitton e Hermès), Peluqueria Francesa (aberta desde 1868, tem cabeleireiro, história, arte, comida e cultura).

Vinícolas: não posso dar pitaco porque não fui a nenhuma! Sorry! Fiquei com preguiça e froxei. O pessoal lá comenta que as melhores, pra quem entende do assunto vinho, não são as anunciadas na internet a torto e a direito.

Restaurantes: fui ao Coco Loco (turistão), Baco y Vino (vou postar sobre esse depois, é um bistrô francês), NoSo (maravilhoso, tem post sobre ele aqui), Tiramisú (aconchegante mas sempre lotado). Um amigo do A Small World, santiaguino, me passou uma lista dos lugares que os locais gostam, vou escrever os nomes e vocês podem procurar os endereços no Google: Osaka (no W Hotel), Astrid y Gastón, Europeo, La Mar, Mestizo, Zully, Majestic, Casa Lastarria, Anakena, Zanzibar, Happening, Doña Tina, Ichiban.

Ida a Viña del Mar e Valparaíso: também não fui, mas e o arrependimento? Na verdade, acho que a viagem ideal ao Chile deve combinar Santiago, Viña del Mar e Valparaíso, Valle Nevado e também o deserto. O Chile é lindo DEMAIS, e conhecer só Santiago é uma judiaria! Quando for de novo, pretendo fazer uma trip combinando vários locais do país todo, com duração mínima de 15 dias. Aí sim, vai valer a pena!!

Quem mais tem alguma dica? Deixe nos comentários!!

46 amaram.

Você também poderá gostar

50 Comentários

  • Responder Melissa 27/09/2011 at 10:22 am

    Acho que tenho a mesma impressão que tu de Santiago, eu gostei muito, mas não foi paixãooo.
    Tu não foi no Mercado Público? Eu amo Ceviche e comi muito por lá.
    Sobre Viña del Mar e Valparaíso eu acho imperdível, Valparaíso tem outra casa do Neruda, com vista pro mar, muito linda!
    Eu conheci o Chile em uma viagem de 20 dias de carro pela Argentina e Chile, então não aprofundei muito Santiago, em compensação cruzei a cordilheira de carro, lindíssimo!! Vale muito a pena.

    Beijos

    Melissa

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:28 pm

      Mel, dei a impressão errada eu acho, pq me apaixonei pela cidade, moraria lá fácil!!
      Achei meio NY feelings!!
      E essa supertrip q tu fez heinn! Conta maissss.
      bjobjo

    • Responder Leni 14/04/2014 at 3:58 pm

      Buenas tardes!
      Você ainda mora em Santiago?
      Poderia conseguir um telefone de um taxista de confiança.
      Estaremos em Santiago de 06 à 16/05/2014.
      Gracias,
      Lení

  • Responder Priscila Matz 27/09/2011 at 10:39 am

    Amei o post sobre a “minha” cidade!!! Tem muita coisa que tu conheceu, que eu, que moro aqui, não tive tempo de ver ainda… 🙁

    Quando quiser algo de lápislazuli me avisa, eu tenho os contatos…
    Beijo beijo

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:26 pm

      Que suerrrrte tu tem de morar aí Prizoca! Te invejo!
      bjossss

    • Responder deluca 17/04/2013 at 11:38 pm

      Ola Pri, tudo bem? to vendo um comentario seu que mora em santiago, semana quem vem to indo ai pra comprar uns iphones kkk, sabe me informar o melhor lugar pra isso? desculpe o assunto diferente,abraço.

  • Responder Daiana Travassos Alves 27/09/2011 at 11:00 am

    Eu combinei esse circuito todo que tu falou, ok exceto o Valle Nevado porque quando fui era verão e não tinha neve, então…, amei todos os lugares que fui. Viña é pra ter arrependimento mesmo porque é incrível! E achei os homens TUDO! O The Clinic (e a pronuncia dos locais? Adorei!) era nossa segunda “casa” lá, nos hospedamos no Hostel Los Andes que fica bem ao lado, adorei aquele bairro, andei muito de metrô e é realmente muito bom, o mais legal é quando a gente aprende todas as baldeações. Também andei de táxi, mas como encontramos uma carioca simpática que mora lá logo no primeiro dia ela nos deu altas dicas e nunca pegamos taxistas desonestos, ainda bem. Enfim Santiago é o máximo mesmo, eu sabia que tu ias adorar e de fato não tem mesmo nada a ver com Buenos Aires.
    BJOKS

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:26 pm

      a pronuncia deles é d+!!
      eu pro taxista: moço, me leva no hotel W!
      ele: nao existe esse hotel!
      moço pelamordedelssss….
      eles falam DÓBLIVÊ!
      hahahaha
      bjoooo

  • Responder Marina 27/09/2011 at 11:22 am

    Olá! Eu sou simplesmente apaixonada por Santiago, se pudesse mudaria pra lá hoje.
    Bom, qdo fui andei bastante de metrô, é sim mto bom e como as pessoas são educadas, não tem empurra- empurra, é limpíssimo.
    Qto à Pueblito Los Dominicos eu gostei mto e achei mta coisa de prata com lapislazuli com bons preços e coisas lindas e uma empanada…a melhor que já comi.
    Quem tem conta do Banco do Brasil aqui, dá pra tirar dinheiro em pesos no Banco do Brasil de lá, a taxa é bem pequena, compensa.

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:24 pm

      Marina, eu tbem me apaixonei pela cidade!!!
      Bjos,

  • Responder Janaina Souza 27/09/2011 at 11:37 am

    Oi,
    eu fui a Santiago em junho de 2009, e trouxe muita coisa de Lápis Lazuli (bijuteria é claro, as jóias de verdade só pra olhar pela vitrine). Comprei muitas coisas numa feirinha que tem em frente ao Parque Santa Lucia, paguei cerca de 2 até 10 mil pesos por brincos, e vários pingentes. Só não vale a pena comprar as correntes de prata, pelo menos pra mim que moro em Florianópolis acho bem mais barato aqui. Valparaiso e Vina é um passeio imperdível, lá em Vina no domingo também tinha uma feirinha de artesanato bem legal. Outra dica é a casa de Pablo Neruda em Isla Negra, na época pagamos 3 mil pesos por pessoa pra entrar e visitar a casa. Na época fiquei no Hotel Rugendas (www.hotelrugendas.cl) era bom e o pessoal que atendia foi muito simpático.

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:24 pm

      Jana, essa eu perdi, pq nao fui no Cerro Santa Lucia!
      Mas la no Pueblito todo santo brinco q eu perguntava o preço era 100 dolares, aí nao rolou!
      Beijoss

  • Responder Greize 27/09/2011 at 2:19 pm

    Paula quando vc estava lá no Chile , 3 amigas minhas esatvam voltando, tdas disseram a mesma coisa, acharam lindo, pessoas educadas, mais caro que BAs, mas que tem homens lindos,inclusive uma observou que nas lojas de roupas tem mto mais provadores masculinos que femininos??!!rsrsrsrsrs

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 27/09/2011 at 3:23 pm

      Greize, eu acho q nem entrei em lojas de roupas, só na Zara!
      rsrsrsrs
      bjo,

  • Responder Joyce 27/09/2011 at 4:03 pm

    Eu AMO Santiago!
    Meu agora marido e eu já fomos pra lá várias vezes!
    Minha dica é ir no invernão, conhecer as estações de sky e se aventurar na neve. Eles dão aulas de sky em uma pista de iniciantes e vale muito a pena. Não sei te informar os valores, porque meu maridão comprou pranchas de snowboard usadas pela internet para nós e ele que me ensinou! 🙂
    As roupas, botas de neve e pranchas podem ser alugadas em lojinhas localizadas pouco antes da subida da montanha. Mas como Santiago é relativamente perto do Brasil e vc se apaixonar pela neve, vale muito a pena comprar as roupas de neve nos shoppings de Santiago e guardar para os próximos anos ou até mesmo para usar nos dias de muito frio, se onde vcs mora o inverno for rigoroso. Aliás, o inverno (mais especificamente o final dele) é uma ótima época para comprar roupas por lá! É a época das superpromoções, onde grandes marcas como Ellus, Roxy, Quiksilver, Burton, Columbia e as lojas de departamentos estão com preço suuuper em conta!!! Dá pra fazer um rancho de coisas boas e ficar um tempão sem comprar roupas no Brasil!!! =)
    Outra dica de lugar é o Cerro San Cristóbal! Tem um funicular (tipo de trenzinho que sobe o morro) que leva ao topo e de lá dá pra ver toda Santiago e Cordilheira! Muito lindo!Lá tb tem um bondinho que leva pra uma região mais baixa do morro que é todo de acrílico e é muito legal a experiência se vc não tiver medo de altura! =)
    O Restaurante Giratório, se não me engano na estação Los Leones é um must go tb!!! Um dos melhores restaurantes que já fui e um dos melhores do tipo giratório tb, a gente não fica tonta e a vista de Santiago de lá é única, pois ele fica no ápice de uma torre. Eu fui a noite, mas acredito que em um dia ensolarado deve ser divino poder ver a Cordilheira desse ângulo.
    No centro, para comer, vale a pena ir em qqr restaurantezinho e pedir uma espécie de ala minuta, mas com salmão ao invés de carne! O salmão é muito barato!
    No centro tb, não dá pra deixar de ir na Catedral e no Mercado Público!
    Espero não ter sido muito longa, mas é que eu realmente AMO Santiago! Me traz felizes recordações e me empolga muito falar sobre essa cidade!!!! hehehe
    Bjãooo

  • Responder Nadia 27/09/2011 at 6:39 pm

    Será que fomos à mesma Santiago? A que eu fui era suja, poluída, tinha o mobiliário urbano mais feio do mundo e era cheia de cães vira-latas soltos pelas ruas, num cenário apocalíptico. Os motoristas não paravam para o pedestre na faixa e o povo furava filas e jogava lixo no chão com naturalidade. Logo ao chegar no aeroporto, me apreenderam um vidro minúsculo de mel industrializado que eu comprara numa loja de souvenirs na Nova Zelândia. Tentaram nos enganar de diversas maneiras: golpe da nota errada, venda de material fotográfico vencido. Uma amiga que esteve lá também foi enganada (golpe da nota) no restaurante turístico Como Água para Chocolate. O povo era feio e, com exceção das lojas de grifes, iguais em qualquer parte do mundo, o comércio era bem brega (Sula Miranda e Xuxa, adorei!). Fiquei no bairro da Providencia, no Hotel Le Rêve, que, ao lado do metrô, é a única lembrança boa que tenho da cidade.

  • Responder Narjara 28/09/2011 at 8:42 am

    Paula, vc fez um roteiro de viagem? Pode disponibilizá-lo?

    Bjo

    • Responder Paula Sweetest Person Blog 28/09/2011 at 8:48 am

      Oi Narjara!
      Eu so levo as anotações dos lugares que quero ir, gosto de fazer o que me dá vontade em cada dia, por isso, não faço um roteiro pré-determinado.
      Beijos,

  • Responder Nayara ML 29/09/2011 at 8:49 am

    Olá, Paula!

    Nossa, não tenho nem como te agradecer pelo super post! Promessa feita é promessa cumprida, hein?! rsrs… E muitíssimo bem cumprida, parabéns! Aproveitarei todas as preciosas dicas! Muito obrigada mesmo!
    Beijo grande e tudo de bom!
    OBS: Mas espero encontrar pelo menos uma micro coisa que seja de lápis lazuli… rs

  • Responder claudia 18/04/2012 at 1:54 am

    Oi, procurando sobre dicas de viagem ao Chile encontrei seu blog. Você ainda tem contato com o taxista de lá. Procurei no seu facebook, mas ele estava fechado.
    Aguardo retorno,
    Desde já, agradeço,

    Claudia

    • Responder lucimar 08/08/2012 at 8:35 pm

      olá!
      amei as dicas e assim como outras pessoas ja te pediram, poderias me enviar o contato do taxista?
      obrigada.

  • Responder Lessa 19/04/2012 at 4:02 pm

    Olá,
    Também estou a procura de dicas sobre Santiago, vou para lá em Junho (de 08/06 a 12/06/12) são poucos dias então quero aproveitar ao maximo.
    Tenho muita vontade de ver neve, espero que eu tenha sorte, pois pelo pouco que li nesse período existe uma pequena possibilidade! :o(
    Paula, você tem o contato desse taxista? Não encontrei ele no facebook!!!

    Muito obrigada!

  • Responder Rogério Sá Carneiro. 14/05/2012 at 8:43 am

    Bom dia.
    Estivemos em Santiago na semana passada por três dias, eu e esposa, com pacote adquirido pelo Peixe Urbano. Tudo funcionou perfeitamente bem, ficamos muito satisfeitos pelo atendimento tanto do hotel quanto da empresa que fez o translado aeroporto-hotel-aeroporto e city-tour. Também compramos a parte dois passeios pela mesma empresa e tudo foi perfeito. Um dos passeios foi para o vale nevado pois tinha muita vontade de conhecer neve, é encantador o local, fizemos guerra de neve e até me deitei na neve para tirar fotos. O outro foi para uma casa de show com danças típicas, já incluso bebidas e comidas. Não lembro o nome da casa de show pois sai de lá meio tonto de tanto vinho. No final do show eles colocam músicas brasileiras aí só deu nós no forró…. O pesseio para o vale nevado custou 20 mil pesos por pessoa e o do show custou 35 mil pesos por pessoa, ambos com a empresa Chirak, a mesma que fez o city-tour e transfer.
    O Chile é fantástico, as pessoas são bastantes simpáticas com nós brasileiros. O metrô é formidável e te leva para vários locais, é só pegar o mapa do metrô no hotel e ver as estações. O bilhete custa em média 800 pesos. Usei também o serviço de táxi tanto o preto com amarelo que é o comum, quanto o azul que é um serviço diferenciado. É só andar com dinheiro trocado e perguntar antes o valor médio das corridas.
    A maioria dos locais dá para ir de metrô, o Cerro San Cristobal desce na estação Baquedano para pegar o funicular que te leva até aos pés da Santa Imaculada Conceição. É um passeio barato e custa 1,8 mil pesos por pessoa.
    O hotel do pacote, Imperio Suites, é um hotel simples porém muito acolhedor, quartos amplos e muito limpo. O café da manhã é muito simples se comparado aos cafés daqui do Brasil. Tem uma estação de metrô do lado do hotel porém quando era muito tarde nós preferíamos pegar um táxi pois o local não era muito seguro.
    O shoppin Arauco é muito bom para passear más os preços não achei nada baratos. O problema do shoppin Arauco é que não tem uma estação de metrô próximo. Quando finalizou o city-tour nós pedimos para descer lá e na volta para o hotel pegamos um táxi azul e custou 8 mil pesos. No estacionamento coberto do 1º piso tem uma loja do Rádio Taxi, as atendentes são bem atenciosas e você pergunta o valor antecipadamente. Nós descobrimos essa loja através de informação de um segurança do shoppin. Conversando com outras pessoas lá no café do hotel ficamos sabendo que umas pessoas pegaram o táxi comum, o amarelo e preto, e eles cobraram 30 mil pesos, então cuidado para não levarem um “pedala robinho”…..
    É isso, abraço e boa viagem.
    Rogério.

  • Responder Marcela 26/05/2012 at 5:51 pm

    Boa tarde Rogério!
    Nós compramos esse mesmo pacote do peixe urbano e estamos indo pra lá dia 09/06, quanto a empresa Chirak, queríamos contratar o passeio para o Valle Nevado e para a vinícola de Concha y Toro, contratamos direto com ela no hotel? E você mencionou que para Valle Nevado pagou 20 mil pesos só o transporte ou tinha mais alguma coisa inclusa? Obrigada

  • Responder Lidiane correia 07/06/2012 at 10:26 am

    Oláaa….
    Ameeeei suas dicas… e vou para santiago dia 15/06 e ficarei ate 22/06… estou mais animada depois de todas essas dicas. Estou interessada no nome do taxistaa, vc ainda tem contato? Quero muito entrar em contato com ele para fazer o passeio!

    Obrigadaa

  • Responder Eliete Pena 17/06/2012 at 7:03 pm

    Olá,vou essa semana dia 23 a 28 de junho
    Gostaria de dicas de onde comer…vou ficar no bairro da providencia,acho que esse!
    E deve estar frio,estou levando casacos,botas,pois nao pretendo comprar nada,dizem que é caro,mas caro que o Brasil e Argentina que o couro e barato.
    Vc pode me dar uma dicas.
    Agradeço desde de já
    Beijo
    ELiete

  • Responder Herika Mascarenhas 28/06/2012 at 12:27 pm

    Olá adorei seu olhar sobre o Chile. Pretendo ir em breve e estou colhendo informações. Adorei muito ler esse post em seu blog. Bjs Herika

  • Responder Adriana Guidao 07/07/2012 at 2:40 pm

    Adorei o post sobre o chile e estava querendo seguir sua dica de contratar um taxi para subir o Valle Nevado… Porém não consigo encontrar o Johnny Garay, pois seu facebook é bloqueado, será que poderia me mandar o perfil dele por aqui?
    Obrigadaa
    Att.
    Adriana

  • Responder Vera Fonseca 07/07/2012 at 4:32 pm

    Olá, gostei muito das dicas, vou para santiago no dia 23/07 e preciso localizar esse taxista, pois vou com criança e preciso de alguem de confiança.obrigada, fico no aguardo, beijos

  • Responder Vini Ferreira 09/07/2012 at 4:55 pm

    Bom dia Paula, também aguardo o link com o Profile desse Taxista, vou subir de Mendoza pro Valle Nevado no próximo domingo 15/07 e precisava de um motorista de confiança que fique com meus equípos, esse ano pretendo fazer Heliski e ter alguém de confiança a sua disposição é mto importante, pois estou viajando sozinho.

    aguardo, Beijao!

  • Responder Manuela 09/07/2012 at 9:04 pm

    Ola!! Muito boas sua dicas, mas preciso do contato do taxista, vc ainda tem?… Obrigada

  • Responder Selmara 09/07/2012 at 9:21 pm

    Olá, vou para o Chile dia 23.07 e gostaria do telefone do taxista e dicas de vinícola e passeio Vale Nevado. Antecipadamente agradeço.

  • Responder jaiciara monteiro 18/07/2012 at 3:54 pm

    Oi gostaria do contato do taxista que você mencionou.
    Obrigada

  • Responder Sabrina 02/08/2012 at 3:56 pm

    Paula,

    pls como localizo o taxista Johnny Garay?

    ótimas suas dicas kkk

  • Responder Ana Suisso 07/08/2012 at 3:51 pm

    Oi! Adorei as dicas, pretendo ir a Santiago em dezembro. Vou ficar 4 dias e preciso de dicas de bons passeios para essa época, bons restaurantes tbm ( com preço bom ) e quanto as compras, a Tommy e Guess tem bons preços? Tipo Miami? Rsrsrs obrigada!

  • Responder Eloy Severo 24/09/2012 at 9:41 pm

    Estou indo pela 1ª vez, agora dia 26, gostei muito das dicas da pessoas que já foram. Só fiquei um pouco entrigado, que só falam
    de homens lindos e las mujeres? Vou conferir ao vivo e a cores,
    dizem que são mui amables.

  • Responder pakoka 02/10/2012 at 5:11 pm

    Gente, adorei as dicas e para contribuir um pouquinho com seu blog, encontrei este facedbook dedicado somente aos brasileiros que viajam a a Santiago para fazer comprinhas, espero que seja útil para todo mundo
    chileparabrasileiros:
    http://www.facebook.com/pages/Chile-para-Brasileiros/416063278453761

  • Responder Cristiane Belo 14/10/2012 at 3:58 pm

    Olá Paula,
    Adorei tudo que li..
    Fui para Buenos em agosto deste ano.. Irei voltar na sexta-feira e depois irei para Santiago (com uma amiga). Bem verdade, estou predida para ir ao Chile..ficarei apenas 2 dias.. (imagina.. a loucura). Preciso de ajuda.. para saber o que NÃO posso deixar de ver, comer e beber…

    Com suas recomendações ..tenho certeza que irei voltar..

  • Responder Elisabete 11/01/2013 at 2:26 pm

    Olá Paula,

    Gostei muito das suas dicas e do pessoal que postou também. Tem tantos pedidos sobre o taxista que vai mais um aqui, mande para mim, por favor o contato dele. Vou agora em Abril para a Meia Maratona e teremos pouco tempo. Grata e Bjs

  • Responder suelei 18/02/2013 at 8:49 am

    Obrigada pelas dicas,muito util.Mande para mim,por favor o contato do taxista.Viajo em abril.Obrigada
    Bjss.

  • Responder Caroline 25/02/2013 at 9:38 pm

    Gente!!! Vou para Santiago em Maio!! Vou passar uma semana e vou combinar com Valparaiso e Viña del Mar!! Ouvi falar no Antartic ice bar (um bar de gelo próximo ao Cassino em Vinã) alguém sabe se ainda existe???

  • Responder marta 01/03/2013 at 3:37 pm

    Boa tarde,
    Poderia me enviar o contato do taxista pois não achei seu facebook. Desde já obrigada,
    Marta

  • Responder Raphaela Fernandes 06/03/2013 at 1:59 pm

    Nooossa ! Muito boas essas dicas ..
    Vou pra Santiago agora em Junho,com minha turma ( viagem de formatura ) e to igual uma doida buscando informações do lugar,pra não fazer feio UHASHUAS
    Vamos ficar uma semana,e queria saber se compensa mais preparar a comida ou ir em algum restaurante .
    Bejo bejo.

  • Responder jefferson 02/04/2013 at 9:09 pm

    olá!
    gostei das dicas e assim como outras pessoas ja te pediram, poderias me enviar o contato do taxista?
    obrigado.

    Aguardo resposta…

  • Responder Selma 06/04/2013 at 1:04 am

    Ameeeeiiii as dicas!!! Estou indo na semana que vem e com certeza elas me serão muito úteis…
    Poderias me passar o contato do taxista Johnny Garay?
    Aguardo resposta.
    Muito grata!

  • Responder Bruno Pimentel Pereira 25/04/2013 at 10:55 pm

    Dica pro TAXI: De preferência aos taxistas que tem CARRO NOVO. Não tem erro. Já fui pro Chile 5x e essa regra vale também pra quem for pra Argentina.

  • Responder Maria de Lourdes S.B.Pires 28/04/2013 at 12:44 pm

    Ola Paula,

    Quero entrar em contato que este taxista, irei em agosto.

    Abraços

  • Responder Clara 13/06/2013 at 9:08 pm

    Gente, acabei de chegar do Chile em uma viagem com 12 mulheres. Não fomos de excursão, mas por conta própria, aquela coisa: 03 resolveram ir e foram chamando as amigas, primas e tal…e uma coisa é certa: todas encantadas com o Chile – Santiago é muito bonita, principalmente quando se olha a Cordilheira.
    Contratamos um guia que possui uma van e ele nos levou nos principais locais para visitarmos:
    1º dia – desembarcamos no aeroporto, fomos fazer o checkin no hotel (perfeito por sinal – Hotel Plaza de San Francisco, no centro) e de lá fomos direto para a vinícola Santa Rita onde almoçamos e fizemos o tour com degustação de vinhos. Local lindo. Na volta ficamos no Pátio Bellavista que é um centro de bares e restaurantes a céu aberto, com bastante artesanato, já deu para comprar souvenirs.
    No dia seguinte fomos para o melhor passeio: subir a Cordilheira – iniciamos por Vale Nevado, lugar lindo! tiramos fotos na neve e tal…Depois descemos para Farellones, no caminho o nosso guia alugou uma pranchinha amarela e ficamos fazendo skibunda na neve, muito legal. Ao chegar em Farellones, praticamos o tubbing, perfeito! é uma boia gigante que vc senta e desce no gelo! E de Farellones fomos para Colorado. Chegamos já no final da tarde, mas podemos observar: povo lindo!!! homens lindos!
    Na volta da neve ficamos no restaurante Como Água para Chocolate, comida maravilhosa.
    No dia seguinte fomos a Val Paraíso, onde conhecemos a casa do Pablo Neruda, visitamos um mirante que tem a vista do porto e uma feira de artesanatos. De lá seguimos para Vina Del Mar, onde almoçamos.
    No dia seguinte fizemos um city tour pela cidade, começando pela troca da guarda do palácio la moneda, depois Cerro Santa Lucia, seguindo pelo Cerro San Cristobal, fomos a plaza das armas e a tarde para o Parque Arauco e outlets. A noite fomos ao Buenos Muchachos, com show regional, impressionante a alegria do chileno, de menino a idoso (obs: meninas, não deixem de visitar o banheiro do local, voces vão se surpreender).
    E no ultimo dia de viagem, fomos passear no Shopping Costanera e depois almoçar no restaurante Giratório (mas não nego que queria voltar para a neve)
    Bom, acho que conseguimos visitar o máximo possível do melhor de Santiago e proximidades.

  • Responder Diego 21/08/2013 at 1:22 am

    Para quem pensa em alugar carro no Chile: eu declaro minha insatisfação completa com o serviço da Chilean Rent a Car. Após a entrega do veículo, eles disseram que havia um pequeno arranhão no pára-brisa (quase imperceptível, podem ter certeza) e teríamos que pagar 30 mil pesos (150 reais) por conta disso. Honestamente, foi um oportunismo absurdo. Eles competiram em um site de busca para oferecer o preço mais barato (ganharam), para, depois, cobrar, a mais por uma invenção, só para aumentar a receita. Nenhuma outra explicação. O carro tinha mais de 20 pequenos arranhões. O carro só tinha 15,000 km rodados. Se considerarmos que cada cliente, em média, roda uns 1.000 km, o locador deve cobrar praticamente de todos por reparos de defeitos ‘criativos’ e injustos. Lamentável. Eu viajei mais de 20 países e nunca vi nada parecido. Isto sem levar em conta que o pequeno risco muito provavelmente não aconteceu comigo. Fizemos uma vistoria antes, é claro, mas não nos mostraram nada no pára-brisa. Após a entrega do carro, eles procuraram por quase meia hora um defeito, até que “inventaram” um. Eu nunca passei por isso. Chilean Rent a Car nunca mais … Eu não recomendo a ninguém. Muito pelo contrário. –

  • Responder JULIANA DE VASCONCELLOS GOMES 05/07/2016 at 5:15 pm

    Eu não gostei da minha experiência, são racistas. Eles não gostam de mulher morena, negra, de cabelo afro, e falam com você por educação, igual aqui no Brasil mesmo.. No Chile você tem que ser branco igual aqui.. E pra arranjar namorado, é um custo, é pior do que aqui. Eles te tratam mal, são mal educados.. Eles começam uma amizade com você, depois eles te tratam como um bicho..
    Me desculpe, eu tenho até medo de me relacionar com esse tipo de homem. Quando eles veem uma mulher de pele clara, ele te larga sem piedade pra ficar com ela.. foi isso que meu ex fez.
    Mulher de pele branca, e morena de cabelo liso, porque se você for afro, sem chance, é só amizade mesmo. Eu fiquei com o coração partido, e ainda o cara era pobre.

  • Deixe seu comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.