by Paula Pfeifer Literatura

Dicas de livros de novembro

22/11/2016

Eu sou uma pessoa muito ansiosa e atucanada e, por mais que me esforce para não ser, às vezes só um exercício forçado me salva. Descobri o autor Eckhart Tolle há vários anos, mas foi em 2016 que decidi reler os livros com calma e absorver melhor os ensinamentos. Comecei com “O despertar de uma nova consciência“, que é do tempo em que eu assistia Oprah Winfrey todos os dias, e esse livro foi indicação do clube de leitura dela. Me fez bem, mas é um livro um pouco difícil e acho mais sensato começar pelo “O poder do Agora“. Acho que nenhum custou mais do que R$30. São livros que orientam, acalmam e fazem um bem danado para a alma. Gosto da pegada que ele tem de que não somos vítimas de nada, estamos aqui para crescer com os acontecimentos da vida e somos responsáveis pela vida que temos – afinal, estar presente no agora é ter noção das consequências das nossas escolhas. Da série auto-ajuda útil e inteligente. Adoro! 🙂

1ab 3ab 2ab 4ab

Alguns trechos…

“As pessoas precisam criar rótulos para tudo o que sentem, percebem, e para toda experiência. Precisam de uma relação de gosto/não gosto com a vida, mantendo um conflito quase ininterrupto com situações e com pessoas. Será que isso é apenas um hábito que pode ser rompido? Não é preciso fazer nada. Basta deixar que cada momento seja como é. O ego não é capaz de sobreviver à entrega.”

“Às vezes entregar-se significa desistir de querer entender, e sentir-se bem com o que você não sabe. Quando você se entrega, a noção que tem de si mesmo muda. O “eu” deixa de se identificar com uma reação ou um julgamento mental e passa a ser um espaço em torno dessa reação ou desse julgamento. O “eu” não se identifica mais com a forma – o pensamento ou a emoção – e você se reconhece como algo sem forma: o espaço da consciência.”

Deixe que a Vida seja!

22 amaram.

Você também poderá gostar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário