Dicas de viagem Restaurantes Viagem

Dica de restaurante em São Paulo: José

01/06/2015

O José Bar e Restaurante surgiu após a reforma de uma antiga casa abandonada – e que reforma, com direito a coqueiro preservado no meio do salão. A cozinha, de influência francesa e mediterrânea, é tocada pelo chef Rodrigo Lacerda, único dos quatro sócios que não se chama José. Fomos conhecer o lugar levados pelos nossos amigos Flávio e Virginie, que são do tipo que sabe das coisas (boas e ótimas) que a cidade oferece.

 

IMG_8494 IMG_8495 IMG_8496IMG_8498IMG_8497

 

As entradas são um assunto sério. Começamos com arancine de açafrão e queijo de cabra, acatamos duas sugestões do maître – mil folhas com recheio de siri e um prato com atum e purê de maçã e pimenta – e finalizamos com coxinhas de rã à provençal. Eu dispensei a rã porque sou fresca pra comer, mas preciso dar minha opinião sobre o resto. Não sei se vocês sabem mas perdi o paladar do lado direito da língua já tem um ano e meio. Desde então, acho tudo sem graça e sem gosto e vivo tacandolepau na pimenta pra sentir algum sabor quando como. Porém… essas três entradas me caíram os butiá do bolso. Sério. Fiquei surpresa com a profusão de sabores e aromas que fui capaz de sentir em cada uma delas. Quase nem acreditei.

 

IMG_8508

 

O chef Rodrigo Lacerda é uma simpatia – convenhamos que muitos chefs são azedos e carrancudos, ele é o total oposto disso. Pedimos sugestão de vinho para harmonizar a sequência de pratos e acabamos batendo um papo super divertido com ele, que até sentou na nossa mesa. Rodrigo trabalhou com Alex Atala, ficou 11 anos na França e depois mais 3 no Marrocos, até decidir voltar a São Paulo e tocar a própria cozinha.

 

IMG_8506 IMG_8507

 

Optamos pela lula recheada com camarão e risoto de agrião e as vieiras com jamón e fondue de alho poró. Vieiras com jamón, taí uma combinação que faz um ser humano ter um colapso de felicidade gastronômica. Só teve um problema: fomos tão bem servidos que tivemos que pular a sobremesa. E o vinho branco sugerido pelo chef (deu branco no rótulo agora) estava tão delicioso que pedimos uma garrafa extra para levar para casa.

Preços bem honestos (entradas entre 30 e 39 reais), ambiente top e comida inesquecível. Minha única reclamação foi meu Cosmopolitan, que não fez jus ao resto da experiência – insosso, tadinho.

 

José Bar e Restaurante: Rua Mato Grosso, 412 – São Paulo.

11 amaram.

Você também poderá gostar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário