Bafão Clipping Dicas de viagem

Dica de hotel no Rio de Janeiro: Miramar by Windsor

15/12/2014

Hotel no Rio de Janeiro não é lá tarefa muito fácil, hein! Semana passada fui conhecer o Miramar by Windsor, 5 estrelas que acaba de reabrir na Avenida Atlântica cheio de serviços personalizados – dá até pra trazer o cachorro junto, gente! Um gruo de bloggers foi maravilhosamente bem recebido pelo William Rodrigues, gerente geral do hotel, que acabou dando uma aula de história: Tom Jobim escreveu a música ‘Fotografia’ lá no terraço, e antigamente cada andar possuía uma cozinha para atender os hóspedes estrelados.

 

IMG_408911[1] IMG_404711[1] IMG_407711[1] IMG_4136

 

Ícone de uma Copacabana cheia de glamour, o hotel Miramar passou por um retrofit radical. Ganhou novas cores e itens de decoração, com projeto de Paola Ribeiro. Sob a bandeira da rede Windsor, o hotel agora segue novo conceito de hospedagem, com serviços exclusivos e personalizados. São 200 apartamentos e suítes equipados com cafeteiras Nespresso, dock station para iPod, enxoval Trussardi e amenities L’Occitane. Camas enormes e uma vista pro mar de deixar qualquer um tonto. Os banheiros são todos com mármores exóticos e todos os andares contam com serviço exclusivo de mordomo.

Fiz muitas perguntas sobre acessibilidade para o William e posso garantir que, pelas respostas, eles estão bem preparados para atender aos hóspedes com necessidades especiais. Infelizmente, os hóspedes que não escutam ou não escutam bem ainda ficam de fora, pois o hotel não conta com despertador vibratório, campainha luminosa e nem chat direto com a recepção para quem não consegue ouvir ao telefone. Aliás, fica a dica para os hotéis, que cada vez mais irão receber hóspedes com mais idade, pessoas que escutam mal, usuários de aparelhos auditivos e implantes cocleares. Acessibilidade para quem não ouve ou ouve mal é primordial num hotel, até mesmo por questões de segurança.

Outro ponto alto do Miramar é a gastronomia! O restaurante , que fica no térreo, leva a assinatura do chef Paulo Goés, que já passou pelo Mugaritz, DOM e Olympe. Foi servido um jantar muito gostoso para o nosso grupo. Para começar, queijos com presunto pata negra e geléia de damasco. De entrada, uma trilogia de frutos do mar: cavaquinha com vinagrete de tangerina e palmito, polvo e ceviche de vieiras. De prato principal, namorado com purê de baroa, espinafre e vinagrete de azeitonas pretas. A sobremesa foi um tiramisu de tangerina. O restaurante tem um astral bacana, vista para a Avenida Atlântica e a praia de Copacabana e o cardápio é simples e sem frescura. Gostei muito!!!

 

IMG_412011[1] IMG_414311[1] IMG_415711[1] IMG_417311[1] IMG_419511[1] IMG_421411[1] IMG_423611[1]

 

Meu muito obrigada à equipe do hotel e à Julia Morales pelo convite. Foi uma tarde/noite deliciosa, com vista deslumbrante e a oportunidade de aprender muito sobre o ramo hoteleiro. Adorei!!! 🙂

IMG_4134

Blusa: Rabusch

Sapato: Cristófoli

Pulseiras: Cris Bastos

Brincos: La Peregrina

Saia: Zara

10 amaram.

Você também poderá gostar

Nenhum Comentário

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.