Dicas de viagem Viagem

Dica de hotel: Casa Chic em Carmelo, Uruguai

04/11/2013

O Uruguai é tão pequeno e tão pertinho de casa – para quem é gaúcho e mora perto da fronteira como eu – que é muito fácil inventar uns finais de semana temáticos por lá. É pegar o carro, a Carta Verde, um GPS e cair na estrada. Estradas, aliás, padrão europeu, parecem um tapete, dá pra fingir que está numa auto-route mas não dá pra pisar fundo – máximo 110km e os uruguaios respeitam o limite e andam sempre com a luz baixa acesa.

Na verdade, algumas, as que cobram pedágio (55 pesos uruguaios, e se você quiser pagar em reais tem que desembolsar R$8,50, nem Freud explica essa) pois as interioranas, em alguns trechos, lembram bem as brasileiras. Só um aviso: a gasolina é caríssima!! Com mil pesos não dá pra encher meio tanque. Então a dica é apreciar a paisagem e andar sempre com o tanque cheio, pois às vezes, em 250km, não se vê um posto de gasolina pra contar a história. Os postos ANCAP têm wi-fi liberada, o que facilita na hora de mandar notícias ‘tô vivo” style.

 

c1 c2

 

Carmelo é uma cidadezinha pequena, cravada na região dos vinhedos. Tudo é charmoso. Ideal para quem quer esquecer da vida, dos problemas, das chateações e da rotina – mas nem um pouco indicada para aqueles que procuram badalação. Saindo uns quilômetros da cidade você dá de cara com o Four Seasons Resort. Confesso que na hora de decidir entre dois hotéis top me deixei levar pelo que um amigo jetsetter me disse uma vez: ‘num hotel seis estrelas, ninguém olha na sua cara!’. Até fiz um tour pelo Four Seasons para ter certeza de que havia tomado a decisão certa e não me enganei: o Casa Chic é O lugar! Nem teria como ser diferente, já que a rede possui hotéis em Palermo Soho (Buenos Aires) e Jose Ignacio (Punta del Este). O Casa Chic Carmelo é o hotel de campo. Tem uma vibe que lembra o Fasano Las Piedras, porém 1000x mais low profile. Eu, que não suporto nariz empinado e gente fazendo carão em hotel, me encontrei nesse lugar!! <3

 

c3 c4 c5 c6 c7

 

Primeiras impressões:

  1. Quero ser rica
  2. Quero viver pulando de hotel top em hotel top
  3. A vida pode ser boa
  4. Quero ser rica (repetir 100x)
  5. A vida é curta e a gente tem obrigação de se mimar quando pode se dar ao luxo!

 

Brincadeiras à parte, o Casa Chic Carmelo fica num lugar chamado Médanos de Punta Gorda, dentro de um Country Club homônimo. A localização do hotel é a melhor das centenas de hectares: no topo, com vista privilegiadíssima para o Rio de la Plata. Tem até ‘praia’ particular para quem se anima a descer. E as casinhas ‘humildes’ em construção por ali, meldels? Pra curtir – se você também faz parte da classe média trabalhadora que bate cartão 8hs diárias 11 meses por ano – tem que entrar num clima vou-brincar-de-ser-milionário-por-um-fim-de-semana-afinal-que-mal-tem?

 

c8 c9 c10 c11 c12

 

O moço da recepção, muito simpático, fez o generoso e ofereceu o quarto com a vista mais bonita e limpa de todas. E que quarto! Enooorme. Armários infinitos. Secador profissional – odeeeio secador xumbrega pobrenildo que mais parece um sopro morno que os hotéis adoram embutir nas paredes dos quartos. Com direito a deck privado com vista pro rio, vinho de boas vindas, milhares de canais de TV, cama box que mais parecia uma nuvem de tão fofinha. Único ponto negativo foi que a wi-fi deles estava com problemas e não pegava no quarto, mas, no fim, foi uma bênção!

 

c13 c14 c15 c16 c17

 

Fui dar uma voltinha de reconhecimento de terreno e me apaixonei pela lojinha: cada vela aromática, cada moleskine, sabonetes especiais, etc. Deu vontade de comprar tudo, mas não comprei nada porque os preços eram em dólar e nada custava menos do que U$30. Academia espaçosa com equipamentos de primeira e muitas bicicletas para quem quisesse sair por aí sem rumo. Como ‘boa’ sedentária, não fiz uso dos artefatos de boa forma #shameonme

 

c18 c19 c20-001 c21-001 c22.2 c22 c23-001 c24-001 c25

 

O ambiente é muito cool, especialmente o lobby monstruosamente grande, no qual toca house music o tempo todo. As paredes são recheadas de livros chiquerésimos Taschen Books – sério, todos os livros que vocês puderem imaginar estão lá,  até os que não puderem. Eu levava meia hora só pra conseguir escolher um pra dar uma espiadinha. Uma infinidade de sofás de couro daqueles que você senta e afunda, e muito vidro. Assim o cidadão em estado de relaxamento total pode apreciar a vista da piscina (e queeee piscinaaaa) e do rio.

 

c26 c27 c28 c29 c30

 

Um ponto negativo é o restaurante, pois as opções são super restritas e os preços, em dólar – vai dizer que não dói o coração pagar U$20 por um sanduíche normalzinho, vai? A comida é deliciosa, mas as porções são pequenas. Além disso, acho que faz falta um spa, nada muito sofisticado, mas pelo menos uma massagista e um cabeleireiro de plantão não seria  má idéia. O Casa Chic Carmelo é um lugar deslumbrante para relaxar, esquecer de tudo, respirar ar puro, pensar na vida, olhar pro céu e agradecer a Deus pela oportunidade única de estar ali. Eu suspirava o tempo todo. Até pensei em me acorrentar numa árvore para não vir mais embora. Quem é workaholic pode estranhar a paz permanente, e se você é assim, 3 dias é a quantidade ideal de tempo por aquelas bandas…

c31

 

Falando em olhar pro céu, o dono de uma lojinha de artesanato na Playa Seré (uns 15km de lá) contou que vem gente do mundo inteiro observar o céu de Médanos de Punta Gorda. Tipo onze horas da noite e o céu é um mix de preto com cor de rosa, nunca tinha visto nada igual, fiquei maravilhada e de boca aberta. Não escurece completamente. E quando a noite está estrelada você se sente pequeno, pequeno, pequeno. Antes que me esqueça: para jantar e almoçar, Narbona Wine Lodge ou Restaurante da Posada Campotinto – fui no primeiro, mara, não quis entrar no segundo porque achei sem graça. Pertinho há uma fazenda de oliveiras que exporta azeites aromáticos para o mundo todo. Também pertinho, a cidade portuária de Nueva Palmira, com navios gigantescos e dois restaurantes meia boca – eu AMO o Uruguai, meus bisavós eram uruguaios, vivo dizendo que não existe céu mais lindo na face da Terra do que o céu do UY, porém, a culinária uruguaia me desagrada num grau….

As diárias começam em U$250 para duas pessoas na baixa temporada, sem taxas extras. A fanpage deles às vezes solta promoções dos deuses, com descontos de até 40%! Meu próximo objetivo é me hospedar numa das seis Jose Ignacio Beach Houses by Casa Chic. No último verão, só deu Oskar Metsavaht – vulgo Osklen – por lá. Ah, o ambiente é todo livre de fumo e eles não aceitam animais de estimação!

Melhor final de semana de 2013, fugindo de um zumbido atordoante e matador 24hs nonstop. Achei que fosse enlouquecer de vez (fiz amizade de infância com remédios tarja preta) mas até que deu pra desopilar um pouco as guampas.

            Casa Chic Carmelo

  • Calle Límite Colonia Belgrano y Km 1 Río de la Plata
  • Carmelo, Uruguay
  • info@casa-chic.com
17 amaram.

Você também poderá gostar

1 Comentário

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.