Fashion Indicações

Buenos Aires parte III

28/04/2009

Chegando em Buenos, cansada depois de madrugar no aeroporto de POA, fui abordada por taxistas enlouquecidos em Ezeiza. Sabe quando você tá tão podre que nem se importa em pechinchar? Pois é. Acertei com um por 98 pesos, mas só porque ele disse que o carro era ótimo, com ar-condicionado potente e tal. O cara demorou uns 15 minutos pra aparecer com o carro, e, quando apareceu, era um carro caindo aos pedaços, nem a porta abria!! Fiz o sinal da cruz e entrei. O safado nem gasolina tinha, teve que parar num posto e tive que dar o cash pro doidão colocar gasolina e seguir viagem…Afff! Tenho pavor de golpes, e cheguei chegando levando um golpe básico. Faz parte.

No hotel, stress total. O que vi na internet não tinha absolutamente naaada a ver com o quarto da Barbie que nos apresentaram. Não dava nem pra respirar lá dentro. Tivemos um C-H-I-L-I-Q-U-E e voltamos pra recepção, onde ficamos meia hora pensando no que fazer. Até que um dos funcionários resolveu ser bacana e veio conversar conosco e dissemos que, se fosse naquele quarto, não ficaríamos. Ele pediu uma hora pra providenciar o quarto que aparecia no site. Uma hora e pouco mais tarde, subimos. Aí sim, pudemos desestressar e começar a viagem! Fica a dica: cuidado com golpes de taxistas e de hotel. Na dúvida, abra um berreiro, que eles se assustam e baixam a bola.

Fomos direto pra rua das outlets (Córdoba). O primeiro ‘acontecimento‘ foi que tirei algumas fotinhos na Complot, e ninguém me pediu pra não tirar. Até que a segurança da loja me pega pelo cogote e começa a gritar comigo. Como é bom estar com a mãe nessas horas: a minha pegou ela pelo cogote também. Hahahaha foi ótimo. Guardei a máquina jurando que não voltava mais ali, mas acabei não me aguentando e dias depois voltei. Aí, o papo foi outro, a gerente veio tooooda querida conversar conosco logo que entramos pedindo mil desculpas e dando atendimento VIP.

Outro ‘acontecimento’ foi numa loja masculina metida a besta. Comprei uns presentinhos pro meu irmão e, quando fui pagar, a caixa me pediu a identidade. Só que tive o azar de esquecer o passaporte no hotel, e a única identificação que tinha na hora era meu crachá do job (no qual constava foto, CPF e RG!). A caixa não sabia se aceitava (detalhe: eu já tinha comprado na Zara, almoçado, tomado café, sorvete no Freddo, e ninguém me pediu identidade..). Enquanto a mimosa decidia se me vendia ou não, uma argentina psicótica começou a falar bem alto pra fazer furdunço na fila: “Não aceita, brasileiros são ladrões, isso é falso“. Hãnnnnnnnnnnnnnnnn??? Foi um mega barraco. Fiquei de queixo caído. Claro que dá pra encontrar gente bagaceira em qualquer lugar,né?? Falei pra vendedora que não ia comprar mais mas ela veio correndo atrás dizendo que não tinha problema. Só comprei porque era algo que meu irmão queria e não ia encontrar em outro lugar mesmo. Vo te contar…

 

 Image and video hosting by TinyPic

 O chá do Hotel Alvear…Custa 110 pesos por pessoa. O lugar é lindíssimo, magnífico, de encher os olhos e a alma. Como recém tínhamos almoçados, ficamos no cappuccino mesmo. E é tão chique que veio de acompanhamento umas bolachinhas e bombons que dava pena de comer,super sweet!! 

Image and video hosting by TinyPic
 

 Fui no MALBA numa quarta, mas é lenda a história de que não se paga nada nas quartas. Deve ser meia entrada, porque paguei 10 pesos. Tirando o Abaporu, da Tarsila do Amaral, não sobra muita coisa.  Tá, não sou entendida de arte moderna,blé. 

Image and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPic

 

A feirinha de San Telmo é mega legal pra bater perna e olhar as coisas. Porém 90% são cacarecos! E tudo caro. Qualquer caco de vidro custa uns 50 pesos, por Deus! A única coisa que comprei foi um quadro pequeno dos anos 30 com uma imagem linda da Nossa Senhora pra minha avó, que é super devota. Ela amou. Nas redondezas tem mil antiquários podres de chiques, com lustres milionários, bustos de bronze impensáveis. E nas vitrines, sempre diz “We ship anywhere in the world“. Vi dois Rolls Royce com motorista esperando senhoras jet-setters que estavam comprando! De babar

 Image and video hosting by TinyPic

Depois de bater perna, era hora do almoço, e fomos no Don Ernesto, restaurante pertinho da feira honestíssimo! Uma porção de noque ao gorgonzola para duas pessoas sai por 16 pesos. O que é caro em qualquer lugar, chova ou faça sol, são os refrigerantes. É sempre 8 pesos uma coca de 290ml, enquanto no mercado custa 3,50 pesos uma de 600ml.

Image and video hosting by TinyPic

 Investigando as perfumarias-outlet. Me senti na Coprobel (aka Casa do Cabeleireiro). 70% do que vi era marcadiabo, e nessa loja da foto achei os produtos da Kerastase meio suspeitos. Embalagens esquisitas, e mais caros do que o Morangão. Saí da mãozinhas abanando…

 Image and video hosting by TinyPicImage and video hosting by TinyPic

 

 

Galerias Pacífico. Também amei. É chique e cool, ao contrário do Patio Bullrich, que é chique e boring. Vale o passeio. Ahhhhh, lembrei de outro ‘acontecimento’. Alguém me indicou uma rua de brechós,e fui conferir. Entrei na galeria da Quinta Avenida, e a mãe viu uma bolsa de alça de corrente azul-marinho. Entrou pra perguntar o preço: 250 pesos!!! Ela disse ‘que caro’, e a vendedora, gentilíssima, retrucou ‘atravessa a rua e vai procurar uma mais barata‘. Minha opinião sobre os brechós porteños: UOH.

 Image and video hosting by TinyPic

Capaz que não iria num japa porteño, né! Escolhi o Itamae porque já tinha gasto os tubos em taxi naquele dia e queria ir num lugar perto. Achei os preços super honestos e ainda tivemos sorte porque era numa quarta, e nas quartas-feiras (anotem!) mesas só de mulheres têm 20% de desconto se pagar em dinheiro. É a Girl’s Night Out. Eles têm outras promos legais! A mãe disse que estava de aniversário em dois dias,e o garçom entendeu que era naquela noite,e trouxe brownie com velinha, super fofo, cantaram até parabéns. E foi o melhor Cosmopolitan que tomei em BA’s, por 20 pesos.

Image and video hosting by TinyPic
 

Oh My, acho que nunca havia sentido uma paz tão grande na vida. Foi no Jardín Japonés, que fica pertinho do MALBA. É lindo, lindo,lindo. Fiquei horas caminhando lá dentro, olhando os bonsais, o viveiro, as carpas, os jardins,os gramados… Juro que não queria ir embora. Bom pra meditar,pensar na vida, esvaziar a cabeça. Recomendadíssimo. A entrada custa 5 pesos.

 Image and video hosting by TinyPic

Gente, o Sucre. É tudo o que dizem e mais um pouco. E mais ainda. Ameyyyy! O menu tem tapas a partir de 12 pesos (são mini tapas, mas tá valendo). Pedi gyosas de camarão, empanadas de carne e rolinhos-não-lembro-do-quê deliciosos. O Cosmopolitan deles também é super. O prato principal foi uma lasanha de vegetais, cogumelos portobello e queijo pecorino, com lascas de amêndoa por cima (socorro!). E a sobremesa, o famoso Volcano de Dulce de Leche, Jesuis!! Ainda nem fui checar quantos kilos ganhei nessa viagem,mas foram alguns. Ahhh, tem que ligar cedo pra reservar mesa,nem pense em chegar sem reserva! 

 
Image and video hosting by TinyPic
O que mais fiz foi tomar Cosmos…hahaha! Merecidos Cosmos!

 Image and video hosting by TinyPic

 
Essa é minha foto preferida de todassss, lá no Sucre!

Que mais?? Não deixe de ir ao Café Tortoni de jeito nenhum. Caminhe com calma pela Calle Florida,almoçar em Chinatown e se acabe nos Pollos Kung Pao. O bairro que mais gostei foi Palermo – Palermo Soho e Palermo Hollywood. Os argentinos se vestem dez mil vezes melhor que as argentinas – aliás, achei quase todas meio over! Maquiagem pesada, cabelos pesados, muito bronzeamento artificial. E os mullets! McGiver perde, gente! Nunca vi tanto mullet na vida!

Voltei pra casa dando graças a Deus pelo Morangão, pelo Sapatonline, pelo Bleu Dame, pela Glitter to Gore. Dá pra ser moiinto feliz comprando online, conseguindo ótimos preços em produtos de qualidade superior. É preciso dar uma voltinha em outro país pra dar valor ao que temos. Impressionante. Cada vez mais me convenço de que comprar online é o FUTURO!!

De resto, tenho mais essa semana pra descansar, e na outra volto ao batente!

Ahh, contei que tive um ataquezinho de pânico no avião?? Maior mico!

Seja o primeiro a amar.

Você também poderá gostar

27 Comentários

  • Responder Danni 28/04/2009 at 6:38 am

    paulaaa!! 🙂
    que fiasco esse da mulher na loja, genteeeeeeeee… q mulher mais baixa!! 🙁
    me entristece q tu nao tenhas visto só um lado bonito d buenos aires… hehehe mas é a vida, infelizmente gnt mal educada e passada existe em todo lugar!

    e concordo que comprar online é o futuro!! hehehe
    beijos e vamos combinar o café dessa semanaaaaaaaaa 🙂

  • Responder Maira Brito 28/04/2009 at 6:45 am

    Gente… que tudo tudo tudo essa sua viagemmm!!!

    em nas férias de junho/julho de 2008 era pra eu ter ido pra Buenos, tinha trabalhado e juntado uma graninha pra ir… mas daí tinha começado um namorico em março e em julho apareceu uma oportunidade de trabalho irrecusável! :~~~~

    ai que pena! hj em dia não vejo a hora de descolar masi uns freelas juntar uma grana denovo e ir!!!

    E claaaro, vou lembrar do seu blog! 😀

    bjs
    ma!

  • Responder Luciana 28/04/2009 at 10:26 am

    Ihhh…mas esse negócio de ter que ficar carregando passaporte é U-Ó….E se te assaltam???Acho que vou levar o passaporte e a identidade. Deixo o passaporte no hotel e ando com a identidade. Será que eles aceitam???
    Beijos!

  • Responder Andrea Silva 28/04/2009 at 12:36 pm

    Oi Paula!

    Que hotel que vcs ficaram?
    Estou indo pra lá em junho, pela terceira vez – mas gracias a dios, nunca passei pelo que vc passou nas lojas! Credo!
    Bjs

  • Responder Débora 28/04/2009 at 12:55 pm

    Putz Paula, acho que foi um pouco de falta de sorte. Já fui para BsAs 5 vezes ( vou geralmente nas Pascoas) e nunca tive problemas com os portenhos, fomos super bem tratados!
    Quanto aos taxis, no aeroporto sugiro pegar os remises, que são carros de aluguel, de empresas grandes que ficam dentro do aeroporto mesmo e tem valor da corrida tabelado. Geralmente são bem mais conservados q os taxis e mais seguros. Já na cidade tem que pegar taxi sempre de radiotaxi pq os outros sao furada! Agora lembrei que, apesar de bem tratada, fui roubada qdo fui trocar dinheiro em um BANCO e recebi 200 pesos falsos!!!! Tem que cuidar!
    Agora, os mullets são impagaveis!!! Hehehe!!!
    Bjssss!!!!

  • Responder Angelita Nazário 28/04/2009 at 1:27 pm

    estou amando os post’s ….

    e que viagem…

    to com saudades da Ttizi!!!!

  • Responder Cristiane Soares 28/04/2009 at 1:51 pm

    Oi Palinha!
    Coisa boa ter vc de volta, e com tantas novidades…
    Ah, minhas compras da Gliter to gore chegaram, em vinte dias minhas pallets estavam batendo na minha porta, tudo ok… Valeu a dica e o desconto q vc conseguiu!
    bjão!

  • Responder Andressa 28/04/2009 at 2:46 pm

    Que vontade de ir ao Sucre! Paula, vc poderia dizer qual é a faixa de preço, por pessoa, neste restaurante?
    No final de 2007, fui ao Gran Bar Danzon (sem reserva, tivemos que jantar no living!!! mas havia vários desavisados como a gente) e não achei tão caro.
    Pena que vc não gostou do MALBA!
    Beijão!

  • Responder Dri - Everywhere 28/04/2009 at 3:15 pm

    AMEM!
    Eu gostei de B’sA’s, achei legalzinho e tals, mas esta loooooonge de ser isso tudo que Brasileiro gosta de dizer…
    Achei a cidade caindo aos pedacos, super suja e mal sinalizada (quem acha que BA tem cara de Europa, eh porque nunca veio a Europa) e caaaaara toda vida!
    A unica coisa que realmente tiro o chapeu foram as comidas!
    Mas falo isso porque cheguei lah diretamente de Londres, com padrao de comida Ingles, que eh UO, se estivesse chegando direto do Brasil nao acharia nada demais!
    Churrasco e doce de leite tambem temos na terrinha, neh?!?

  • Responder Débora 28/04/2009 at 3:15 pm

    O MALBA é maravilhoso, tem muitas obras de brasileiros importantes. Quando eu fui estudantes não pagavam nada. O Museu Nacional também é imperdível, (eles tem Renoir, Degas, Picasso e Van Gogh). Também não achei valer apena comprar cosméticos, internet é muiiito mais barato, fui em algumas outlets também e não noite grande diferença de preço, acho que eles tem outra idéia do que significa outlet. Recomendo jantar em Puerto Madero que é lindissimo.

  • Responder Ice 28/04/2009 at 3:33 pm

    Geeente que horror que te trataram na loja, aaah eu fazia barraco que isso to la pra deixar eles ricos e me vem com essa ! =O
    haha enfim putz la eh a coisa mais linda mesmo meo fico ate encantada em ver as coisas de la, tao diiiferente daqui em quase tudo ne.

    enfim fofa aaaamei seu blog e tudo o mais vou te ac la no meu 😀

    bjobjo

  • Responder Aline de Melo Pistorello 28/04/2009 at 5:05 pm

    Hehehe, tô adorando ler, conta mais, conta mais!!

    Que história é essa de chilique no avião? hehehehe

  • Responder fegalves 28/04/2009 at 5:11 pm

    Paula,

    Não gostei dos garçons lá de Bs As. Meio que te ignoram, sabe?
    E as mulheres, Deus, que cabelos e roupas bizarros!

    Mas é uma cidade bem linda, não achou? A arquitetura é muito bonita.

    Beijos!

  • Responder Carol Scheid 28/04/2009 at 5:43 pm

    Queremos mais detalhes do xilique no avião!!!

    tão lindas as fotos
    beijos

  • Responder ione 28/04/2009 at 5:55 pm

    Paula,
    Eu não acreditoooooooo que você foi dar um mole desses com o Taxi! Eu te indiquei o Taxi Ezeiza, lembra? São carros super novinhos, e pré-pagos.
    E quanto à MAC, eu tive a mesma sensãção que você, acho que o tratamento foi muito mais atencioso na Falabella, que é uma lojona de deptos. na Florida, e que tb vende MAC (ou melhor, vendia antes da MAC abrir a sua própria loja)..
    Não creio que vc não foi na Markova, e nem na Ted Bodin!
    E o que achou das bolsas da Prüne?
    Vi no seu outro post o que disse sobre o Patio Bulrich, eu tb achei que havia um número grande de velhinhos por lá, acho que é por ficar localizado na Recoleta, que é um bairro onde moram muitos idosos, assim como Copacabana, no Rio, e Higienópolis, em São Paulo.
    Que bom que provou o vulcão de doce de leite, eu adorei:):):)
    Engraçado que até setembro de 2008 a entrada do Malba nas quartas era ‘0800’, por que será que mudou? Chegaste a ver o auto retrato da Frida Kahlo?
    Beijos

  • Responder Pryscila 28/04/2009 at 6:15 pm

    Noossssaaa q saudade do Jardim Japonês, qdo estive lá a 2 anos atrás, tbm passei hrs nesse jardim…e assim como vc, eu e meus amigos encontramos mt gente mal educada, q assim como nós olhamos e comentamos : “uix, argentinos” ( mts vezes neh), eles tbm fizeram isso.
    Mas em outros Lugares mt gente educada e simpatica…( mas nós somos mais, é claro!! hehe). no mais tenho saudade sim, de Mi Buenos Aires querido…mas AMO meu Brasil e minha casa…hehe.

  • Responder Cecília 28/04/2009 at 6:15 pm

    Oi, Paula!
    O comentário é bem off-topic, mas é só pra contar que chegaram hoje meus pares da sapatonline. Eles mandaram certinho o boleto com desconto e a entrega foi bem rápida. Estou in love e doida pra estrear!
    Valeu pelas dicas.
    Beijo.

  • Responder Sheila Cal 28/04/2009 at 7:19 pm

    Oi, Paula! Vou á Buenos Aires em Junho pela terceira vez e nunca passei por uma experiência ruim! Acho que essas coisas vão da sorte ou azar, né?! Quanto as compras pela internet são práticas mesmo, dá p/ resolver os desejos de consumo e não precisa carregar sacola, o máximo!!! Mas tem um porém, fiz uma compra na Bleu Dame em Janeiro e fiquei a ver navios!!!! Solicitei o reenvio já faz um mes e nada… prejuizo total!!!!
    Beijos

  • Responder http://mega-sena.resultado-caixa.com.br 28/04/2009 at 8:38 pm

    Oi, achei muito legal esse post, bem bacana o teu blog!

    Vou adicionar aqui nos meus favoritos 😉

    Até mais,

    Paulinha

  • Responder Tati 28/04/2009 at 11:20 pm

    Ai, Paulita… total falta de sorte, menina…
    nas várias e várias vezes que fui, essa BsAs péssima que vc conheceu eu nunca vi.

  • Responder carol p. 29/04/2009 at 1:54 am

    ahh, tem q contar do ataque também!
    hehehe

  • Responder Viviane Andrade 29/04/2009 at 2:42 am

    Que chique, hein? Linda!
    Sucesso!!!
    Fora o pânico, né? Mas acontece..
    Beijinhos mil

  • Responder gabis 29/04/2009 at 3:10 am

    Ai Paula que tanta gente sem educação, fiquei triste por você e ao mesmo tempo feliz, porque vejo que encontrasse lugares bem bacanas, e pelo que você falou, acho que valeu a pena a viagem.
    Looks lindos!
    Amei o post.
    beijo

  • Responder juliana 30/04/2009 at 2:59 am

    Guria, duas coisas pra te dizer:
    1º: que coincidência legal, sou apaixonada por Cosmopolitans e experimento sempre que vou num lugar novo! Fui pra NY em janeiro e obviamente precisava fazer uma pesquisa de campo… tal foi minha surpresa quando, ao final da viagem, constatei que o melhor Cosmo que eu já tomei na vida não tinha sido em NY, mas aqui mesmo em Floripa… hahaha
    2º: lembro de um post teu que eu aplaudi de pé e o tema era o Mr Big, lembra? você tava 100% certa em tudo aquilo e eu, naquela época, tava passando pela mesma situação (foi um ano inteirinho passando mal, pra falar a verdade)…
    a novidade é que tudo mudou, absolutamente tudo… vc chegou a ver aquele filme ‘ele não está tão afim de você’? então, sou a exceção!
    hahahaha meu mr big convicto, depois de 5 anos solteiro e fazendo todas as barbaridades possíveis e imagináveis, agora está comigo, lindo, perfeito, maravilhoso e, o melhor de tudo, meu namorado de verdade… hahahaha
    a situação foi tão chocante que tá todo mundo comentando e me perguntando se ele bateu a cabeça em algum lugar, de tão diferente que tá! haha
    sei lá se tem explicação… acho que vou pelo popular “quem espera sempre alcança”! hahaha
    Faz tempo que não comento aqui, mas preciso dizer: continua tudo lindo!
    um beijão!
    Ju

  • Responder Carol Marques 02/05/2009 at 4:28 pm

    Nossa lá tem um povinho meio sem educação né?!
    como assim ataque de pânico?
    🙁

    beijo

  • Responder Nayara 03/05/2009 at 12:17 am

    Fui pra Buenos Aires em julho do ano passado, passei 10 dias hospedada num hostel em Palermo Hollywood, 2 pontos de metrô de distância do Shopping Alto Palermo, onde tem o Starbucks, SonyStyle, lojinha da Apple, MAC, Adidas, Loreal, Maybelline… enfim… o lugar é um sonho, acabava lá quase todos os dias! Fui super bem tratada por to-dos os argentinos, talvez por me esforçar (bastante) no espanhol, eu e meu namorido chegamos até a ser confundidos com argentinos mesmo, mais de uma vez, em situações diferentes! Quase não gastamos nada com taxi porque sempre acabavamos indo de metrô, ônibus ou a pé mesmo pros lugares… e engraçado, devem ter mudado o esquema, porque fui no Malba numa quarta-feira também e a entrada tava liberada (e ele tava entuchado de gente). Voltei total individada mas nem um pouco arrependida! Hihi. =)

  • Deixe seu comentário

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.