Pensando em fazer um mestrado em Portugal?

Para quem não me conhece sou Carolina Seeger Bortoluzzi, publicitária  graduada na Universidade Federal de Santa Maria, especialista em moda pelo SENAC de Porto Alegre e em comunicação e projetos de mídia pela UNIFRA. Nos últimos anos trabalhei com consultoria e produção de moda em Porto Alegre e sou autora do blog FashionStuff.

Quando a Paula me convidou para escrever este post, pensei em ajudar as leitoras do Sweetest Person contando sobre a minha experiência de estudar no exterior e também poder dar algumas dicas que acredito serem fundamentais para quem está pensando em fazer o mesmo. Atualmente moro em Braga onde curso mestrado em Comunicação Social na Universidade de Minho. Braga, que fica ao de norte de Portugal e cerca de 370 km da capital Lisboa, é uma cidade universitária cheia de bares e lugares para se tomar um café antes de qualquer compromisso.

Antes de fazer essa escolha fiquei com mil dúvidas em relação a tudo. Onde morar? E meu custo de vida? Será que seria bem recebida pelos portugueses? Dúvidas que a maioria das pessoas deve ter ao tomar a decisão de sair da comodidade do seu cotidiano para embarcar nesta aventura. Uma das coisas que me fez mais falta foi não ter alguém para compartilhar estas dúvidas antes de viajar. Apesar disso, não deixei de ir atrás e buscar em sites e blogs informações sobre os países do meu interesse, os cursos disponíveis em cada um deles e também sobre cada cidade. Por isso, deixo um conselho: após escolher a área e o curso, procure entrar em contato com alguém que esteja vivenciando ou que já passou por esta experiência. É sempre interessante ter diferentes pontos de vista sobre cada lugar.

Sobre a vida em Braga. Quanto às opções de moradia, você pode ficar em um apartamento que a própria universidade disponibiliza para os alunos que fica praticamente dentro do campus. Outra opção é procurar nos murais dos  centros de cada curso. Lá sempre se pode encontrar apartamentos estudantis para dividir e, muitas vezes, bem pertinho da universidade. Jornais e sites de imobiliárias também podem ajudar.

Eu, logo que cheguei à cidade, fiquei em um hotel para conhecer um pouco mais da cidade e após pesquisar murais do Centro de Ciências Sociais acabei escolhendo um apartamento para dividir com mais duas portuguesas, o que me ajudou muito a superar a fase de adaptação. Acabei fazendo uma ótima escolha em termos de local, espaço e, principalmente, ganhei duas grandes amigas que me receberam muito bem, tratando de me inserir no seu grupo de amigos. Quanto ao fato de ser brasileira nunca sofri preconceito. Comento isso porque muitas pessoas que conversei e acabei convivendo aqui, me falaram sobre o preconceito dos portugueses em relação aos brasileiros.

Das coisas da universidade. Além de conviver com pessoas de todos os países, tive a oportunidade de conviver com ótimos professores. Acredito que a  grande vantagem do estudo no exterior é isso, poder desfrutar dos espaços e convivência que a universidade oferece. Ah, também existe a barreira da língua para algumas pessoas em alguns lugares. No meu caso, claro, isto não foi um grande desafio. Mas não se deixe enganar pelo que falam por aí, que “o português de Portugal é igual ao do Brasil”, existem diversas palavras, gírias e expressões que, por ter um significado diferente, podem mudar totalmente o sentido de uma frase. Para não ficar em apuros a minha dica é sempre estar atento e tentar captar todas as palavras e gírias que não lhe são familiares, anote-as!

Outra coisa muito legal é a proximidade com muitos países, o que faz o fato de  estudar no exterior algo ainda mais interessante. Durante as férias há a possibilidade de estudar uma nova língua ou escolher um curso específico em outro país da Europa. As passagens são mais baratas comparadas com as do Brasil e, por isso, para quem adora viajar como eu isso é uma tentação. Depois de já instalada em Portugal, os meus primeiros destinos foram Londres e Paris, onde passei o natal e o ano novo com minha irmã. Há duas semanas retornei do meu tour pela Europa passando pela Itália, França, Holanda, Espanha. Nas  fotos mostro um pouquinho de cada lugar para vocês.

Acredito que viajar faz com que o ser humano fique mais próximo do seu imaginário de felicidade. Conhecendo lugares, pessoas e as variadas culturas locais é que acabamos dando mais valor para o que temos e para as nossas raízes. Sobre os meus estudos. Como estou pesquisando a comunicação, o consumo de moda e redes sociais, consegui em cada canto que estive nesses últimos dois meses observar de maneira geral os fluxos de compra, as preferências e as características do público que consome o fast fashion (grandes magazines de moda), objeto que irei analisar dentro de minha pesquisa. Com este post, espero que muitas leitoras se animem com essa experiência. Com certeza vale a pena tentar, arriscar e investir no seu futuro. A vida é uma só e as coisas que vivemos em cada viagem são uma ótima bagagem. Cultura e conhecimento são riquezas que tornam as pessoas diferentes e mais interessantes, você não acha?!

Resumindo:

• Aluguel em Braga: de 150 a 200 euros/mês. (Com despesas de luz + água);

• Para comer: vai depender muito se a pessoa cozinha em casa ou não. Cozinhando gasta-se uns 120 euros, se comer fora de casa uns 30 euros ou mais;

• Internet e Academia: Gasto 40 euros com um pacote sem fidelidade e é ilimitado. E para não deixar o corpinho sem atenção 50 euros na academia;

• O valor do curso de mestrado é de 3.500 euros no total, mas pode ser parcelado por semestres. E como todo o mestrado dura 2 anos. Para se ter mais informações sobre os cursos: http://www.uminho.pt ;

• Para qualquer pessoa que fique mais de 90 dias é necessário visto, por isso, todas as informações podem ser encontradas neste site: http://www.embaixadadeportugal.org.br/index.php. Privilegiados que possuem passaporte da União Européia não haverá problemas com vistos, a circulação pelos países é bem tranquila. Outra dica é tirar a sua carteira internacional de habilitação, fica pronta em menos de 20 dias úteis;

• E algo muito importante é organizar uma pasta com seus documentos duplicados e autenticados em cartório para qualquer eventualidade ou problemas.

** Quem quiser falar direto com a Carol, acesse o Fashion Stuff e entre em contato com ela, que é uma fofa!! :)

61 amaram.
Compartilhar:

34 responses to “Pensando em fazer um mestrado em Portugal?”

  1. 1Luciana Bortoluzzi

    adoreiiiiiii!

  2. 2Renata Ferreira

    Ahhhhhhhhhh, a irmã da Lú, minha paciente! hehehe

  3. 3Letícia

    GOSTEI DA SUGESTÃO!!!

  4. 4veronica

    Lindas as fotos do post!

  5. 5Flavia

    Super legal o post. Eu sou sempre hiper a favor de viajar e fazer intercambio, estudar fora, etc. Ninguem tem nada a perder com isso, muito pelo contrario, como a Carolina falou, eh preciso sair da comodidade do cotidiano e aproveitara vida.

  6. 6candida

    Brasileiros são bem recebidos em PORTUGAL! BJOOOO

  7. 7Talita

    Já conhecia esse curso na Universidade do Minho, mas o post da Carol explicou tudinho. Só uma dúvida: dá tempo de trabalhar?

  8. 8Lica

    Sou oceanógrafa e estou atualmente trabalhando no sul de Portugal.

    Acho fantástica esta sua iniciativa de disponibilizar informações e incentivar o estudo no exterior.

    Acredito piamente que só não vai para fora estudar quem não quer.
    Existem muitas oportunidades e, especialmente na Europa, uma enorme variedade de programas com bolsas de estudos para países latinos e para países em desenvolvimento (aka nós).

    Procurando por bolsas assim tive a oportunidade de fazer um curso de 15 dias no Chile, estudar um ano nas Bermudas e agora sou pesquisadora em Portugal. Além da maravilhosa experiência de conhecer uma cultura diferente, aprender a língua e testar sua autonomia, ampliar os horizontes da sua profissão e principalmente o NETWORKING é uma grande vantagem.

    Por fim, aconselho uma visita nesse site http://www.centcounts.com/. Está só no começo, mas é uma iniciativa bem bacana de estudantes estrangeiros informarem os custos aproximados com despesas cotidianas em diferentes locais do mundo.

    Beijinhos
    Lica

  9. 9Carolina Bortoluzzi

    Talita,
    Acredito que dá para trabalhar e fazer o mestrado ao mesmo tempo, depende na verdade de como você vai organizar o seu tempo e, derrepente um part time seja uma solução.

    Beijinhos

  10. 10mario

    Carolina, boa noite, gostei muito do seu post, gostaria de saber sobre a universidade do minho, vi um mestrado la que gostei muito, mas tenho duvidas em relação a qualidade do mestrado da universidade, voce conhece esta universidade do minho? e boa? e esse diploma sera que sera reconhecido pelo nosso querido MEC?……att mario

    1. 11Zé Manel

      Qualquer Mestrado em qualquer Universidade Portuguesa é reconhecido pela União Europeia.
      O Mestrado em Portugal é um 2º ciclo após qualquer licenciatura do tratado de Bolonha.
      Para mais informações consultar os sites das mais diversas Universidades Portuguesas.

  11. 12Bruno

    muito bom estava procurando no google algo pra me orientar. gostaria de saber como você começou a procura quando decidiu fazer o mestrado em terras lusitanas, após a pesquisa e candidatura no site como foi o inicio? você primeiro foi no consulado ou coisa assim? você fez algum projeto para aprovação? me envie um email para brunofelixjp@gmail.com
    muito obrigado

  12. 13Carolina Bortoluzzi

    Respondendo ao Mario:

    Com relação a validação dos diplomas, você precisa antes de mais nada verificar quais as disciplinas que o curso oferece, assim como a carga horária e os créditos. As universidades do Rio Grande do Sul como a UFRGS e a UFSM fazem o reconhecimento do diploma de acordo com as normas do edital de avaliação. Você para validar um diploma precisa entrar com um processo e, acredito que o curso feito aqui fora tem de ser equivalente ao curso na universidade que irá pedir validação, ou seja, ter os mesmos requisitos.Não posso te responder se o MEC irá reconhecer os diplomas porque ainda estou cursando, mas pelo que fui informada na universidade, diversos brasileiros já cursaram o curso que estou fazendo e foram reconhecidos seus diplomas no Brasil.

    E sobre a universidade do Minho com relação a estrutura, biblioteca, professores me surpreendeu.

  13. 14Alexandre

    Olá Carolina, parabéns pelo blog,,, gostaria de saber se fazendo o mestrado eles liberam o visto de trabalho, tenho interesse em fazer o mesmo.

    Muito Obrigado.

  14. 15Larissa

    Olá Carolina, adorei suas dicas, estou com muita vontade de ir para Lisboa fazer meu mestrado em Direito Internacional, com essas dicas vou comecar a me organizar e ir bem rapidinho… Beijos e Boa Sorte!

  15. 16Ana Julia

    Gostei do post

    Sugiro também consulta a este site, eles prestam assessoria completa e tiram todas as dúvidas!!! O site é: http://www.lusobrasilacademico.com

    Boa sorte!

  16. 17Leila

    Carolina, acabei se ser admitida no mestrado em comunicação social na universidade do Minho. Estou reunindo os documentos para tirar o visto e acho que vc pode me ajudar numa dúvida. É preciso comprovar endereço lá, como vc fez. Tbem gostaria de fazer como fez, ficar num hotel a primeira semana e ver os locais para depois escolher. Enfim, o que apresentou na embaixada?

    Abraços

  17. 18Carolina Bortoluzzi

    Respondendo a Leila:

    Peço desculpas, pela demora.

    Leila, em relação ao visto não tenho como te informar muitas coisas, além do que você deve saber, pois como tenho dupla cidadania não tive que me envolver com esta parte. Mas, acredito que não precise comprovar endereço, e sim, sua admissão na universidade, pois, assim, comprovas que irá viver em Braga, por algum tempo.

    Beijinhos

  18. 19Hamilton Fernandes Macedo

    Ola! Gostaría de saber se o Mestrado é só nesta área, ou tería mais opções de cursos?

  19. 20Juliana Beltrão

    Carolina, você teria algum email para que eu possa entrar em contato. Estou com muitas dúvidas e quero muito fazer Mestrado em Portugal.

  20. 21carlos coqueiro

    Estimada Carolina,

    Tens alguma informação sobre o Mestrado em Comunicação Social – Jornalismo da UTAD, em Vila Real, Portugal? Por favor, se possível, informa-me. Abs, Carlos Coqueiro

  21. 22carlos coqueiro

    Peço informações sobre a UTAD, Mestrado em Comunicação Social – Jornalismo. Agradecimentos, Carlos Coqueiro

  22. 23graziella

    Carolina, adorei seu blog, vc sabe se há bolsas, ou mais facilidades para quem tem dupla cidadania européia?!

  23. 24Anderson

    É barato assim mesmo o Mestrado? o seu é todo presencial? e vc trabalha ai? estou pensando em fazer a mesma coisa, vi aqui no Brasil q tem uma agências q fazem esse intercâmbio, vc foi por agencia ou direto. E a validade do Mestrado no Brasil

  24. 25Luiz Antonio Albuquerque

    Adorei as dicas. No entanto vou fazer um pergunta meio engraçada para quem é jovem, e pensa que a vida acaba aos 60.

    Tenho 64 anos e acabei de colar grau em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Quero porque quero fazer uma pós. E pensando bem, por que não em Portugal?

    Não dependo de pais para me sustentarem ou pagar o meu curso. Sou viúvo, e carrego comigo com muito amor um filho de 17 anos que é tenista competitivo.

    E agora? Qual o meu rumo? Qual a melhor opção? E não me venham com essa de que pela idade, a minha vida acabou.

    abraços e adorei o post!

  25. 26Clayton

    Boa Tarde, o que você diz sobre a validade do diploma no Brasil? Bjoss.

  26. 27Carolina Bortoluzzi

    Olá pessoas queridas!

    Estou a passar pelo blog da Paula, e vi que há mais perguntas, por isso, quem quiser meu e-mail pessoal é carolabortoluzzi@yahoo.com.br.

    Beijinhos

  27. 28Diamantino Martins

    Bom Dia sou Caboverdiano, tenciono fazer um Mestrado em Portugal (direito), mas concretamente em Lisboa onde tenho familia, sou licenciado em Direito pelo Instituto Superior de Ciencias Juridicas e Socias – Cabo Verde.

    Gostaria de ter informação sobre abertura de mestrado actualmente em Portugal (Lisboa).

    Abraços

    Diamantino Martins(diamantino_l_martins@hotmail.com

  28. 29Abreu Francisco Matenge

    Eu sou Abreu F. Matenge, graduado no curso de Psicologia pela universidade do HEFSIBA-Instituto Superior Cristao Angonia-Tete-Mozambique.

    Pretendo uma ajuda de uma pessoa ou instituicao de boa vontade para fazer o meu mestrado em Psicologia.

    A minha localizacao actual: Mozambique
    Contacto +258861338809
    Email: abreu.matenge@gmai.com

  29. 30Klenia

    Moro com uma colega de faculdade, nos formamos ha seis meses e tanto ela como eu temos interesse em fazer um curso fora! Já percebemos que os valores não são exorbitantes,teria um caminho padrão para conseguirmos ingressar numa universidade com curso de Mestrado? Qual o passo-a-passo? Tem um endereço virtal que possamos conversar para maiores informações?

  30. 31DAMARES FIÓRIO

    BOA TARDE CAROL,SOU BRASILEIRA RESIDENTE EM PORTUGAL,VIVO NA MARGEM SUL DE LISBOA,ESSE ANO VOU A EXAME PARA INGRESSAR NA UNIVERSIDADE DE TECNOLOGIAS DO BARREIRO,VOU FAZER ENGENHARIA QUIMICA,E O CURSO TEM DURAÇAO DE 3ANOS,COM UM VALOR DE 18 ECTS!EM 2018 TERMINA O CONTRATO DE TRABALHO DO MEU ESPOSO E RETORNAREMOS PARA O BRASIL.MINHA DUVIDA É;COMO POSSO REVALIDAR MEU DIPLOMA NO BRASIL?VOCE PODE ME AJUDAR?SERA QUE ISSO É POSSIVEL?COMO DEVEREI PROCEDER?!!!OBRIGADA DESDE JA!!!

  31. 32karen

    Como posso consegui o contato da Carol, já que o blog está fora do ar?
    Queria conversar com ela, tirar dúvidas sobre o mestrado na Universidade do Minho, porque tenho muito interesse em fazer. Pode me passar algum e-mail dela, por favor?

  32. 33mestrados

    obrigado por esta publicação!!

  33. 34doutoramento

    obrigado por esta publicação!!

Leave a Reply