Sobre blogs e blogueiras de novo

Fico imaginando o que as pessoas que lêem blogs sentem quando vêem posts sobre eventos bombásticos abarrotados de blogueiras postando freneticamente sobre. Como frequentadora esporádica desses eventos (nunca entendi como e porque algumas pessoas vão a todos!!) posso dizer que nessas horas deixo de ser ‘blogayra’ pra virar leitora. Me dá nos nervos, me dói nos cornos. Eu sou forasteira aqui no Rio, e, até hoje, só fui tratada de modo amigável em três – nos quais tive a sorte de encontrar blogueiras amigas virtuais das antigas. Nos outros, sem mentira, as pessoas parecem querer vomitar na sua cara. Ninguém troca uma palavra, um olhar, nada, mas ficam postando um evento cor-de-rosa do amor no Instagram que…é fake e não existe. Tô fora. Em tempos de ‘tem mais lá no meu Snapvida real é artigo de luxo. Já perdi a conta de quanta gente conheci ao vivo cujo Instagram eu acompanhava e me decepcionei 100%: ou é carão sem motivo, ou é foto pensada/posada/filtrada demais ou é gente que se leva a sério num nível patético. Não tenho nem saco, nem tempo, nem vontade pra isso.

fakeh

 

Eis que ontem recebi uma mensagem da Dani Honorato, do Unha Bonita, que dizia o seguinte:

“Acompanho sua vida, muito feliz por você, viu? De todo coração. Te vi na Fátima, vi seu casamento e, claro, sua nova vida! Mesmo longe, torço demais por você. Conta comigo sempre que precisar. E por favor, manda um beijo pra sua mãe. Tô orando todo dia por ela, aquela querida que adoro.”

E aí ganhei meu dia, porque sou dessas que acredita em amizade verdadeira. Em carinho genuíno e em ficar feliz pra valer com as conquistas alheias. Sinto isso pela Dani e por outras pessoas da blogsfera (beijo Marina Smith, Ana Farias, Vanessa Musskopf, Ana Soares, Barbara Resende, Vic Ceridono, Julia Morales e quem mais meu Alzheimer me impediu de lembrar) de um jeito bonito. Sabe quando você acompanha a pessoa há anos, se sente íntima, sabe de muitos capítulos da sua novela mexicana de vida, já bateu papos-cabeça inesquecíveis e nunca viu (ou viu poucas vezes) a pessoa? Pois é! Sabe aquela sensação de poder pedir um favor de boa, sem constrangimento? Então! E pensar que pessoas que ajudei tipo muito no passado, quando mandei um release do primeiro livro tive como resposta delicinhas como ‘se quiser divulgação um post custa R$5.000′. Fueda…

Perdi completamente o tesão por muitas coisas relacionadas a blog. Sinto falta e sinto saudade doída até de acompanhar pessoas que escreviam com o coração, das quais eu me sentia próxima de um jeito insano. E a verdade é que talvez isso tenha acabado para sempre, pois poucos têm coragem/colhões para se mostrar como de fato são hoje em dia. Realmente não dou a mínima para uma bolsa caríssima e nem me sinto melhor usando uma – tô interessada é numa mochila que vá comigo do trabalho à academia sem arrebentar. Mas eu me importo e muito em conhecer a história de vida de gente que não apenas tem algo a dizer, mas também quer compartilhar o que sabe e sente com o mundo. Sou mil vezes mais um blog das antigas do que essa felicidade fake de Instagram e look do dia patrocinado da cabeça aos pés. E tenho verdadeira antipatia por esses papinhos uó de ‘tem mais lá no meu Snap‘, ‘se quiser ver mais acesse meu blog‘, ‘em breve farei um review e darei minhas impressões‘ e variantes desagradáveis. Eca. Sono.

Não posso esquecer de mencionar que amizades e carinho virtual não tenho só por outras blogueiras, Deus é testemunha das amizades maravilhosas e eternas que fiz com ‘leitoras’ (Marcela, Carol Veit, Carol Souza, Clavia, Sônia, Ale e todas as que o alemãozheimer não me deixa lembrar agora). Sábado agora encontrei a Marcela num café de Copacabana e ficamos só quatro horas e tanto falando sem parar, com o detalhe de que foi a terceira ou quarta vez que nos vimos pessoalmente. A internet tem dessas, ainda bem. Lembram dos encontrinhos de anos atrás? Fiquei aqui raciocinando que hoje eles não fariam mais sentido – eu não iria nem morta num pra pagar pau pra alguma chata que iria ficar mais postando fakezismos no Insta do que trocando duas palavras comigo. Com tanto evento recheado de blogueiras, a falta que faz um encontrinho de uma blogueira bacana com suas leitoras fiéis. PQP! Vamos fazer um? Pra trocar dica de pethotel, número de diarista boa, pegar indicação de japonês que preste e trocar figurinhas sobre maridos, namorados e afins. Antes que eu esqueça (aliás preciso de dica de neuro pra dar jeito na minha memória inexistente), não sei vocês mas não suporto a palavra ‘blogueira’. Fala sério se não é über cafona, meldels. Também nem sei por qual substituir, é o tipo de palavra que quando tenta melhorar, piora.

E como o Sweetest é um velho guerreiro e não tá morto quem peleia, e como sinto muita vontade de falar sobre assuntos mais ‘Paula’ aqui sem descambar só pro Crônicas da Surdez, vou ter que perguntar: que tal vocês me darem sugestões do que gostariam de ler? Continuo alocka dos livros, alocka das liquidações, alocka dos restaurantes e ultimamente virei um pouco alocka fitness e alocka gourmet. Que coisa, basicamente a mesma desde 2007. Hahahaha, como pode? Mudam as redes sociais, matam o Orkut, o Zuckerberg fica cada vez mais rico e eu continuo tal e qual a mocinha que os colegas achavam doce (taí a origem de Sweetest Person) há oito anos atrás…

67 amaram.
Compartilhar:

Sete erros que você está cometendo com a sua pele

Fui aprender tarde na vida que a pele é o maior órgão do ser humano e possui uma importantíssima missão: proteger o corpo do ambiente e das influências externas. Ter uma pele saudável significa muito mais do que deixa-la bonita. A gente faz muita coisa errada sem saber, tipo não usar protetor, não limpar a pele direito ou até limpar demais – sim, isso existe! Por isso, é importante cuidar da pele da forma correta e seguir as orientações de um dermatologista. Abaixo, sete erros clássicos com dicas de produtos de marcas que amamos! <3

 

Erro 1: Você precisa de vários produtos para ter uma pele saudável.

O cuidado básico para ter uma pele saudável consiste em três pilares: limpeza, hidratação e proteção solar. Com esses três passos você já está no caminho certo para uma pele bem cuidada. Dependendo da necessidade de cada um, o dermatologista pode indicar o tratamento mais adequado para aquela situação, seja um antiaging, antissinais, tratamento para acne, etc.

limp

 

Limpeza: Normaderm Gel de Limpeza Profunda (R$49,90), Vichy. Ele age na remoção profunda das impurezas da pele oleosa, sem agredi-la.

 

Erro 2: Beber água trata o ressecamento da pele.

Associar a ingestão de água ao uso de hidratantes tópicos auxilia no tratamento da pele ressecada. É muito importante manter a hidratação do corpo, mas só a ingestão de água não vai tratar a pele ressecada. É preciso o uso de um hidratante adequado para o tipo de pele. Ácido hialurônico, água termal e ureia ajudam a manter a hidratação da pele.

isou

 

A Iso-Urea Loção, de La Roche-Posay (R$59,90) possui 5% de Uréia e tem efeito suavizante de longa duração na pele. Sua textura ultra-fluida permite uma rápida absorção

 

Erro 3: Não usar produtos com ácido retinóico, pois a substância podem “queimar a pele”

Muitos produtos antiaging e para acne que contém ácido retinóico podem ser usados durante o ano inteiro. Estes produtos foram elaborados para uso noturno e faz-se necessário o uso do filtro solar ao longo do dia.

lifcat

O Liftactiv HA Advanced (R$194,90), Vichy, possui retinol puro em alta concentração. Ele é capaz de reduzir todos os tipos de rugas, até as mais profundas.

 

Erro 4: Só adolescentes têm acne.

A acne precisa ser tratada em todas as idades. Algumas pessoas apresentam acne já na fase adulta. Por isso, há produtos para tratar especificamente o problema nesse período.

 

ageb

 

O Age+Blemish Defense (R$229,90), de SkinCeuticals, possui duas ações na pele adulta. Ao mesmo tempo em que ele reduz a oleosidade e corrige as imperfeições relacionadas à acne, o produto minimiza os sinais de envelhecimento. Tudo isso graças à combinação de cinco ácidos: Ácido Salicílico, LHA, Ácido Dioico, Ácido Glocólico e Ácido Cítrico.

 

Erro 5: Usar protetor solar só quando está exposto ao sol.

Muitas pessoas abandonam o uso do protetor solar quando o dia está nublado. Não é bem assim: as nuvens bloqueiam apenas 20% dos raios UV, então os outros 80% continuam a atingir a pele podendo causar envelhecimento precoce, manchas e até câncer da pele. Além disso, o uso do protetor é indicado inclusive quando se está em ambientes fechados, já que a luz visível também pode trazer danos à pele.

capsoleil

O Capital Soleil FPS 50 com cor (R$73,90), de Vichy é uma ótima opção para quem tem pele oleosa e quer simplificar a rotina diária da pele.

Erro 6: Só com o uso do filtro solar estou protegida.

Poucas pessoas sabem, mas 90% do envelhecimento precoce da pele é causado pela combinação da poluição e raios solares, segundo a fundação The Skin Cancer Foundation. Juntamente com o sol, a poluição acelera o ciclo natural de envelhecimento da pele de duas formas: esgotamento das defesas antioxidantes e danos causados por radicais livres, por isso a proteção com um antioxidante tópico é tão importante quanto à proteção solar, pois ela neutraliza a radiação ultravioleta infravermelha e os radicais livres causados pela poluição e o sol, devolve a capacidade antioxidante natural esgotada pela exposição crônica e diminui a aparência de rugas além de estimular a elasticidade e firmeza da pele.

ceferulic

 

C E Ferulic (R$399,90), de SkinCeuticals, protege a pele contra a radiação solar, radiação infravermelha e polução. Ele também atua nas rugas mais profundas e na perda de firmeza da pele. Indicado para peles com sinais de envelhecimento normais a secas.

 

Erro 7: O excesso de limpeza é ideal para manter a pele saudável, pois todas as bactérias são nocivas para o organismo.

Estudos recentes revelaram que a pele é coberta por um conjunto de microorganismos – o que chamamos de microbioma cutâneo – que atuam como uma barreira natural contra agressões externas. O desequilíbrio desse conjunto pode levar a alergias e doenças de pele, como a dermatite atópica, uma doença crônica, caracterizada pelo ressecamento e lesões avermelhadas na pele, causando muita coceira, e que atinge 40 milhões de brasileiros, principalmente as crianças – cerca de 20% do total da população. Depois de 25 anos de pesquisa, a La Roche-Posay chegou a um ativo, o Aqua Posae Filiformis, que hidrata a pele e age no equilíbrio do microbioma cutâneo.

 

lipikar

 

O Lipikar Baume AP [+] (200ml – R$99,90), de La Roche-Posay, é um bálsamo emoliente que traz um novo cuidado para peles muito ressecadas que sofrem com dermatite atópica. O produto age na restauração de todas as dimensões da pele muito seca e atópica, desde a reparação da barreira de proteção da pele, até o reequilíbrio do microbioma cutâneo e o alívio dos sinais de ressecamento intenso.

9 amaram.
Compartilhar:

Making of verão 2016 Lança Perfume

Para sua campanha de Verão 2016, a Lança Perfume aterrissou na França, berço dos movimentos artísticos modernistas do século XIX. Foi lá que a LP decidiu fotografar sua coleção inspirada no Impressionismo. O contraponto entre luz e sombra, principal característica do movimento, são encontrados nos cenários que combinam panoramas bucólicos, como o jardim de Renoir e seu ateliê, campos floridos da Normandia e as Falésias de Etrétat e as paisagens urbanas – como o bairro de Montmartre e a Ilha de Saint Louis.

O time estrelado contou com a modelo russa Olga Sherer, fotografada pelas lentes do expert Bob Wolfenson e com styling da francesa Sophie Clauzel. As imagens trazem um novo olhar para o tema, além do visível amadurecimento da marca catarinense, que se consolida como uma das principais do mercado de moda brasileiro.

1322_TIM_3168 1315_TIM_3153 311_TIM_4627 378_TIM_2810

6 amaram.
Compartilhar:

Cota 200: o novo restaurante do Pão de Açúcar

Sábado saímos para andar de bicicleta, fomos de Copacabana até a Mureta da Urca e, aproveitando que eu ainda não conhecia o Pão de Açúcar, encaramos a subida do morro a pé. Aliás. que sufoco, ainda mais para quem, como eu, está recém entrando na terceira semana pós-sedentarismo de uma vida inteira, hahaha. Uma hora de subida íngreme depois, com direito a parada para ver famílias muito fofas de macaquinhos, chegamos no topo bem na hora do almoço e morrendo de fome.

 

IMG_9487 IMG_9499IMG_9513

 

Quando chegamos lá em cima e avistamos um restaurante todo bonitão já fui logo avisando ‘nem a pau, só pode ser pega-turista‘. Eis que a 200 metros do nível do mar, no incomparável Morro da Urca, está o Cota 200 Restaurante. Inaugurado em maio, abre no almoço e jantar (e fica aberto ao longo do dia) e é um daqueles lugares que nos surpreende do início ao fim. Misturando gastronomia brasileira com o lifestyle carioca e – pasmem!! – preços amigos, o Cota 200 é programa imperdível. Nós almoçamos mas ficamos com vontade mesmo é de voltar para jantar, pois quem faz reserva com eles tem direito a subir de bondinho à noite. O ambiente tem uma vista fenomenal, o atendimento é impecável e a carta de vinhos é ótima – e a adega, lindíssima, toda de aço escovado e com vinhos escolhidos a dedo. Contrariando o que é de praxe na grande maioria dos restaurantes do Rio de Janeiro, fomos muito bem atendidos, a comida estava deliciosa e ficamos chocados com os preços honestos. Ok, só tenho uma única reclamação: fica bem em frente ao heliponto, então na hora do almoço você precisa abstrair o barulho. Tentamos uma mesa lá fora para apreciar a vista mas não aguentamos a barulheira e acabamos optando por comer lá dentro.

IMG_9501 (1)IMG_9516

 

Mix de folhas verdes: com vinagrete de manga, vagem francesa, kani desfiado, manga em cubos e castanha de caju, no cestinho de massa filo. R$22

IMG_9515

 

Galeto assado com farofinha de alho e polenta crocante ao perfume de laranja. R$35

 

IMG_9517

 

Duo mousse de chocolate com cumaru. R$13

 

IMG_9519

 

Drink DOC Cavalcante: vodka, uva thompson verde, geléia artesanal de pimenta, carambola e pimenta rosa. R$21. Queria ter tomado uns três, mas tínhamos que descer o morro a pé. A pegadinha é que quem não compra ingresso pro bondinho na subida não pode comprar na descida, ou seja…Foi só um drinkzinho para não precisar ser resgatada no meio do mato depois de algum tombo épico! :)

20 amaram.
Compartilhar:

Planejando as férias?

Dica pro final de semana: planejar viagens e férias com as ofertas do Zarpo. Clique pra ver a Coleção Hotel Fazenda e o Pacote Rota das Emoções. Ahhh, e o Club Med Trancoso também está em promoção por lá essa semana. Dá pra parcelar em até 12x as hospedagens, mesmo com os descontos! 😉

 

Hotel_Fazenda_banner-colecao Hotel_Fazenda_Le_Canton Hotel_Fazenda_le-canton-piscina_1 rota-das-emocoes-casa-de-santo-antonio-sla

6 amaram.
Compartilhar: